Tamanho do texto

Comportamentos comuns dos motoristas brasileiros são considerados como infrações de trânsito pelo código nacional. Veja quais são elas;

De todas as correspondências que recebemos, multas são algumas das mais indesejadas. Quando chegam, normalmente já sabemos exatamente do que se tratam antes mesmo de abrir o envelope: aquele radar escondido que te pegou enquanto dirigia acima da velocidade, ou o semáforo ingrato que fechou e foi devidamente ignorado. Mas também podemos ser surpreendidos por algumas infrações, digamos, menos convencionais.

LEIA MAIS: Confira 10 dicas para viajar com segurança e conforto

Partindo disso, a reportagem do iG Carros elege cinco infrações que você comete sem saber. É bom ficar atento aos detalhes para evitar que o dinheiro saia do bolso!

1 - Molhar pedestres

carro na chuva arrow-options
Divulgação
Molhar os pedestres é uma infração de trânsito que poucos motoristas conhecem

Em tempos chuvosos, poças d’água são formadas na rua, próximo ao meio-fio da calçada. Não é difícil que motoristas mal-educados passem por cima do acúmulo de propósito para molhar os pedestres. Mas além de antiética, poucos sabem que essa atitude é passível de multa.

De acordo com o Código Trânsito de Brasileiro, molhar os pedestres é uma infração média que acarreta em quatro pontos na carteira, além da multa de R$ 130,16. Portanto, fique longe das poças.

2 - Braço para fora do veículo

Braço para fora arrow-options
Reprodução/CDLA
Você tem o costume de dirigir com o braço para fora do carro? Trata-se de uma infração de trânsito

Eis um costume de quem dirige muitas horas por dia. Não é difícil andar pelas grandes cidades brasileiras e ver motoristas, prestadores de serviço e transportadores com o braço para fora do veículo. Apesar da posição relaxante, trata-se de uma infração de trânsito. A infração é de natureza média, com quatro pontos na carteira e multa de R$ 130,16.

3 - Uso indevido da buzina

buzina arrow-options
Divulgação
A maneira que você usa a buzina também pode acarretar em uma infração leve, com três pontos na carteira

Um cidadão com bom senso sabe muito bem sobre as situações em que o uso da buzina é necessário: alertar outro motorista ou pedestre, evitar acidentes e avisar que chegou na casa de alguém. Mas vale dizer que nos arredores de um hospital, a buzina não pode ser utilizada nem com essas finalidades.

LEIA MAIS: Veja 5 surpresas que podem dar prejuízo na hora de fazer a manutenção

O uso indevido da buzina é considerado uma infração de natureza leve, com três pontos na carteira e multa de R$ 88,38.

4 - Pane seca

Pane seca arrow-options
Divulgação
Seu carro está na reserva? Procure o posto de gasolina mais próximo e evite a multa de R$ 130,16

O Código de Trânsito Brasileiro diz que o motorista deve sempre garantir que o tanque de combustível esteja acima da reserva, para evitar parar na rua por falta de combustível e colocar a sua segurança e a de outros cidadãos em risco.

O que poucas pessoas sabem é que a indesejável pane seca também é uma infração de trânsito de natureza média, acarretando em quatro pontos na carteira e multa de R$ 130,16. Se acontecer com você, lembre-se ao menos de sinalizar que o seu carro está parado na rua com o triângulo do kit de emergência.

5 - Pisca alerta

Pisca alerta arrow-options
Divulgação
Conheça as únicas três ocasiões em que o uso do pisca alerta é permitido

O pisca alerta é um recurso que só pode ser acionado em três situações: quando o veículo estiver parado por algum defeito, circulando em caráter de emergência ou estacionado em um local que exige este tipo de sinalização.

LEIA MAIS: Veja as 5 multas mais bizarras que já foram registradas no Brasil

Tirando qualquer uma dessas situações, o uso do pisca alerta é uma infração de trânsito de natureza média, com quatro pontos na carteira e o pagamento de R$ 130,16 entre as infrações . Fique esperto!