RAM 1500 não obrigará o condutor a tirar o tipo C da CNH, como ocorre na já vendida RAM 2500
Divulgação
RAM 1500 não obrigará o condutor a tirar o tipo C da CNH, como ocorre na já vendida RAM 2500

A picape RAM 1500 está anunciada para chegar ao Brasil em meados do ano que vem. A alta do dólar pode influenciar na data de sua chegada, uma vez que o modelo será importado. Sua missão será desbancar as rivais Hilux, S10, Ranger e Amarok, para citar as quatro mais vendidas, custam na casa dos R$ 200 mil.

LEIA MAIS: Peugeot vai mostrar nova picape média em março de 2020

Por aqui, deve chegar a variante intermediária Laramie, que visa o equilíbrio entre custo e benefício. E, ao contrário da “irmã” RAM 2500 , que já é encomendada há algum tempo no Brasil, a RAM 1500 não obriga o condutor a ter a habilitação do tipo C. Isso porque é mais compacta. Ela mede 5,91 metros de comprimento, tem 2 m de largura e 1,96 m de altura. Ela tem uma versão ainda maior, com 6,14 m de comprimento, que não virá.

Equipamentos

Interior aposta em uma lista recheada de equipamentos, algo esperado pelo público de seu segmento
Divulgação
Interior aposta em uma lista recheada de equipamentos, algo esperado pelo público de seu segmento

A picape média chegará com rodas de 18 polegadas de liga-leve, central multimídia U-Connect com integração a Apple CarPlay e Android Auto com tela de 8,4 polegadas, seis airbags, freios a disco nas quatro rodas, controle de tração e estabilidade, controle de velocidade adaptativo, alerta de ponto cego, retrovisores com escurecimento automático, sensor de chuva e frenagem automática de emergência.

Você viu?

LEIA MAIS: Veja 6 picapes médias que custam (quase) o mesmo que a Fiat Toro Ultra

Sob o capô, terá o motor 3.0 V6 Pentastar, a diesel, de 241 cv e 56,1 kgfm. É um motor antigo e que vai abrir espaço para o EcoDiesel V6 3.0 da Cummins, que entrega 240 cv e 58,1 kgfm. Enquanto isso, o câmbio automático de oito marchas terá opção de trocas manuais com 4×4 para alta velocidade e 4×4 reduzida.

LEIA MAIS: Nissan Frontier 2020 chega às lojas com novas cores e acessórios

A suspensão dianteira da RAM 1500 , por sua vez, é do tipo independente double wishbone (ou duplo A), com amortecedores duplos e barra estabilizadora. A suspensão a ar é um opcional que deve ficar de fora da versão importada ao Brasil por questões de custo. Enquanto isso, na traseira, a opção é por uma suspensão independente de multilink com amortecedores progressivos e barra estabilizadora e eixo rígido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários