Corvette arrow-options
Divulgação
Chevrolet Corvette: De todas as oito gerações, o esportivo americano nunca esteve tão próximo dos supercarros como o modelo novo

A nova geração do Chevrolet Corvette chegará em um Brasil em um lote com 20 unidades, por meio da importadora Direct Imports. Segundo Daniel Valerio, CEO da empresa, 14 veículos já estão vendidos pelo preço de R$ 600 mil cada um. Nessa faixa de preço, o novo Corvette rivaliza com modelos tão distintos como Porsche 911 Carrera S (R$ 679 mil), Mercedes-AMG C 63 S Coupé (R$ 596.900) e BMW M4 CS (R$ 663.950).

LEIA MAIS: Raro Chevrolet Corvette Coupé custa mais que um Bugatti Chiron; veja a galeria

"O Chevrolet Corvette tem sido muito procurado mesmo neste cenário de dólar em alta", afirmou o executivo em comunicado. A Direct informa que após esse pacote inicial só conseguirá trazer mais unidades do modelo em 2021. O que explica isso é a alta demanda do esportivo nos Estados Unidos. A GM, em si, segue sem interesse em importar oficialmente o modelo para o Brasil. Por aqui a marca tem como único esportivo o Camaro, vendido nas versões cupê e conversível a partir de R$ 333 mil.

A oitava geração do Corvette é a primeira a usar um motor central-traseiro, mesma disposição usada nos supercarros . Equipado com o motor 6.2 V8 — derivado do LT1 usado no C7 Stingray, mas com uma série de modificações — parte de 497 cv e chega aos 502 cv nas versões equipadas com o pacote opcional Z51 Performance Package, que inclui um escapamento esportivo com maior vazão. Mesmo que mais potente que os 466 cv da geração sete, os puristas agora não poderão mais desfrutar do câmbio manual que era anteriormente oferecido. Hoje, dispõe apenas de câmbio automático, de 8 marchas e  dupla embreagem.

LEIA MAIS: O que Pelé, Speed Racer e a Corvette Stingray C3 possuem em comum?

A novidade mantém o teto targa (rígido removível), que pode ser guardado no porta-malas traseiro. São dois bagageiros que, juntos, somam 357 litros. As rodas continuam a ser de 19 polegadas na dianteira, e 20 na traseira, mas na nova geração calçam com pneus especiais Pilot Sport 4S da Michelin.

Interior

Corvette arrow-options
Divulgação
Chevrolet Corvette tem mais equipamentos refinados no interior, ante a geração anterior

Por dentro, o novo é mais caprichado. Seja pelas duas telas coloridas que exibem os instrumentos e a multimídia, seja pelo gigantesco console entre os bancos, que traz uma inusitada régua com mais de uma dezena de botões enfileirados. O ambiente é todo revestido com couro e capricha nos materiais de acabamento.

LEIA MAIS: Chevrolet Corvette é encontrado após 38 anos

Tal como ocorre em outros carros da marca, o novo Chevrolet Corvette traz sistema de som premium da marca Bose e oferece diferentes cores para a cabine — são seis opções de tons para as peças de acabamento e os cintos de segurança. Entre os equipamentos, há ajuste elétrico com memória para o banco do motorista e um gravador de dados com câmera, que permite gravar cenas de diversão na pista e até ver como se comportou o manobrista. Outro recurso interessante (que serviria bem aos brasileiros) é o sistema que eleva em 4 centímetros a suspensão dianteira, para não raspar em rampas e lombadas.

    Veja Também

      Mostrar mais