Com fábricas paradas, queda brusca nas vendas, entre outros problemas, as fabricantes também estão tendo que adiar planos de investimentos e da chegada de modelos que já estavam programados para serem lançados no Brasil. No meio da pandemia, as atenções se voltam para ajudar ao máximo às pessoas e conter o avanço do vírus. São veículos cedidos para o transporte necessário, respiradores sendo consertados, entre outras medidas.

LEIA MAIS: Veja 5 lançamentos que foram adiados por causa do novo coronavírus

A reportagem de iG Carros já havia mostrado 5 lançamentos que tiveram que ser adiados por conta do novo coronavírus, no final de março. Agora, revelamos outros 5 que já estavam prometidos para chegar às lojas, mas passaram a ficar com data indefinida, pelo menos por enquanto. Confira abaixo o que mais virá por aí quando tudo isso passar.

1 - Chevrolet Equinox reestilizado

Chevrolet Equinox arrow-options
Divulgação
Chevrolet Equinox 2021 ganha novos detalhes no visual e mais equipamentos, como a central multimídia com internet


O utilitário esportivo passará a ter novos detalhes no desenho e receber a nova centra multimídia com mais recursos, entre os quais acesso à internet via conexão 4G, assim como acontece com os recém-lançados Onix e Tracker . As mudanças também incluem um acabamento ainda mais caprichado.]

Mas o conjunto mecânico se mantém o mesmo. Há versões com 1.5 turbo, de 172 cv e 27,8 kgfm de torque, com câmbio de seis marchas e outras com 2.0, também sobrealimentado, de 262 cv e bons 37 kgfm de torque acoplado ao câmbio automático de 9 marchas.


2 - Ford Territory

Ford Territory arrow-options
Divulgação
Ford Territory deverá chegar da China, em 2021, para começar a rivalizar com Jeep Compass e companhia


Esperado para 2020, o rival do Jeep Compass deverá ser lançado no Brasil apenas em 2021. Virá importado da China, mas chegou a ter alguma chance de ser feito na Argentina, algo que está descartado com a situação atual. De qualquer forma, o SUV médio virá bem equipado para brigar com o rival líder do segmento. Entre outros itens, haverá carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas, com comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass.

Espera-se também câmera de visão 360 graus, piloto automático automático adaptativo, estacionamento automático, alerta de permanência em faixa e monitoramento de ponto cego. O motor deverá ser o 1.5 turbo, que rende 163 cavalos, que podem funcionar com câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas.

3 - Volkswagen Amarok V6, de 258 cv

Amarok arrow-options
Divulgação
Vokswagen Amarok V6 passará a ter motor mais potente, mas ainda não tem data de lançamento definido pela fabricante até agora


A versão mais potente da picape era para ter sido apresentada na Argentina, no início de março, mas com a eclosão da pandemia, teve o lançamento adiado. Até agora, ainda não há uma data definida pela fabricante. O principal destaque da picape é o aumento da potência do motor em quase 15% em relação ao atual, de 225 cv.

Com o overboost acionado, a potência atinge 272 cv, garantindo força extra por alguns segundos, para ultrapassagens, por exemplo. O torque máximo também subiu, de 59,1 mkgf, ante os 57,2 mkgf atuais. O visual, porém, continuará sem mudanças.

4 - Caoa Chery Tiggo 8

Tiggo 8 arrow-options
Divulgação
Chery Tiggo 8 será o SUV topo de linha da marca chinesa no Brasil, com capacidade de levar até sete ocupantes


Será o SUV topo de linha da marca chinesa no Brasil, com boa dose de sofisticação. Entre outras tecnologias, o carro contará até com reconhecimento facial, que será capaz de destacar o veículo e até ajustar espelhos e bancos ao identificar um rosto conhecido. A lista de equipamentos também terá frenagem autônoma de emergência e controlador de velocidade de cruzeiro adaptativo, entre outros.

O novo modelo conta com 4,70 metros de comprimento, 1,86 metro de largura, 1,74 metro de altura e distância entre eixos de 2,71 metros, com espaço suficiente para até sete ocupantes. No conjunto mecânico, ficará instalado um motor 1.6 turbo, de 200 cv, que funcionará com câmbio automatizado com dupla embreagem e sete marchas.

5 - Mercedes-Benz GLA

Mercedes GLA arrow-options
Divulgação
Mercedes GLA da nova geração passará a ser um SUV de verdade, deixando o jeito de hatch da anterior


A nova geração do modelo, enfim, deixa de ter jeito de hatch e se assume como SUV compacto de verdade. Ficou maior, com 4,41 metros de comprimento (+ 1,4 cm), 1,83 m de largura (+ 3 cm), 1,51 m de altura (+ 10,4 cm) e 2,73 m de entre-eixos ( + 3 cm). Além disso, o porta-malas passou de 421 litros para 435 litros.

Os recursos para enfrentar trechos fora de estrada serão bem mais poderosos, com um modo extra de condução, assistente de descida, uma animação off-road para a central multimídia e até função especial para os faróis durante a condução na terra. Além disso, o painel será parecido com o do Classe A , que inclui larga tela da central multimídia de alta resolução e que trabalha com assistente de voz MBUX.

    Veja Também

      Mostrar mais