painel
Reprodução
Painel ficou derretido depois da dona do carro ter deixado um frasco de álcool na superfície e com o veículo fechado, no sol, de acordo com ela

Não é a primeira vez que alguém deixa um recipiente com álcool em gel dentro do carro e se depara com um estrago. Dessa vez foi a supervisora comercial Mônica Franco, que mora no Distrito Federal. A imagem acima mostra como ficou o painel do seu veículo, que ficou exposto ao sol e estava fechado, segundo ela.

LEIA MAIS: Carro clonado de assaltantes pega fogo após assalto

Mas é importante saber que, segundo segundo a perita criminal da Polícia Civil do DF, Camila Guesine,  explica em um vídeo nas redes sociais , apenas o contato do álcool em gel com equipamentos eletrônicos, ou alguma fonte de ignição, podem causar chamas. No caso em questão, um carregador de celular também estava no veículo. Porém, será feita uma perícia para ter certeza do que realmente causou o incêndio.

Entretanto, deve-se prestar atenção sobre como deixar o álcool em gel dentro do veículo. Não se deve colocá-lo próximo de partes elétricas, a carregadores celulares conectados, a carregadores portáteis, a dispositivos eletrônicos em funcionamento, já que, isso sim, pode causar incêndio.

LEIA MAIS: carro pega fogo após acidente e interdita pista; assista

Outro detalhe que deve ser levado em conta é que o álcool em gel não se espalha facilmente quanto o liquido e sem entrar em contato com alguma chama ou qualquer fonte de ignição externa, não é capaz de pegar fogo sozinho dentro do veículo, a não ser que esteja sob altas temperaturas, acima de 300° C, o que é impossível dentro de um carro, mesmo que esteja fechado e sob sol forte.

    Veja Também

      Mostrar mais