O Fiat Uno completou neste mês de agosto 36 anos do seu lançamento no mercado brasileiro. Projetado para ocupar o espaço do 147 no segmento de hatches compactos, o modelo acabou se tornando um sucesso, com desenho assinado pelo renomado designer italiano Giorgetto Giugiaro.

Embora fosse diferente da versão vendida na Europa, já que utilizava a base modificada do 147, o Fiat Uno brasileiro tinha uma aura de modernidade e agradava pelo bom espaço interno. Por aqui, viveu quase duas décadas a mais do que na Itália, saindo de cena em 2013 e deixando o seu nome como herança para um novo compacto.

Do Turbo dos anos 1990, passando pelo Furgão e pelo aventureiro Way dos anos 2000, não foram poucas as versões interessantes do Uno original disponíveis no Brasil. Mas muitas outras ficaram do outro lado do oceano. Confira algumas delas.

Uno Turbo...Diesel

Fiat Uno Turbo Diesel
Divulgação
Fiat Uno Turbo Diesel, combustível que no Brasil não pode ser usado por carros de passeio leves, apenas em utilitários


No Brasil também tivemos uma versão turbo do Uno de primeira geração. Mas na Itália o modelo foi produzido também em uma versão equipada com um motor turbodiesel.

A versão 70 Turbo D era equipada com um motor 1.3 de quatro clindros, que desenvolvia 72 cv. Pode parecer pouco, mas nos anos 1980 este Uno diesel só perdia na linha em potência para o Turbo, de 105 cv.

Uno CVT

Fiat Uno
Divulgação
Fiat Uno Setecta: um dos primeiros carros do mundo com câmbio CVT, com relações de marcha continuamente variáveis


Embora o Uno pioneiro nunca tenha recebido no Brasil a opção de um câmbio automático ou automatizado, o carro fabricado na Itália tinha uma versão chamada de Uno Selecta, que contava com um câmbio automático CVT desde 1987.

A transmissão, desenvolvida pela holandesa Van Doorne, era combinada inicialmente um motor 1.1, de 60 cv. O câmbio seguiu em uso até 1994, quando o Uno deixou de ser produzido na Itália.

Uno Turbo Torino

Fiat Uno Turbo Torino
Divulgação
Fiat Uno Turbo Torino era estiloso e com bom desempenho para a época em que foi lançado, nos anos 90


Nós tivemos aqui no Brasil um Uno Turbo de fábrica apenas em 1994. Mas uma versão equivalente já existia na Europa desde 1985 e serviu de base para diversos projetos de preparação.

Um desses carros era o Uno Turbo Torino, criado pela preparadora italiana Giannini. Além do visual incrementado e do trabalho de alivio de peso que incluia a retirada do banco traseiro, o motor 1.4 turbo era preparado para ir dos originais 116 cv para 148 cv.

Uno reestilizado

Fiat Uno
Divulgação
Fiat Uno reestilizado (Europa), tinha linhas um pouco diferentes das adotadas no mercado brasileiro


Em 1989, o Uno europeu passou pela sua primeira reestilização, que embora tenha inspirado as mudanças de estilo do Uno brasileiro na mesma época, deixaram os carros da Europa com um visual bem distinto.

Além da dianteira mais baixa, o Uno europeu ganhou também modificações na traseira, com a adoção de novas lanternas e de uma tampa de porta-malas muito parecida com a do hatch médio Fiat Tipo .

Uno Way 1.2

Fiat Uno
Divulgação
Fiat Uno Way (África do Sul) vinha com motor 1.2, portanto com mais força que o 1.0 disponível no Brasil


À primeira vista, parece o mesmo carro que no Brasil era produzido com o nome de Mille Way. Mas o Fiat Uno Way montado na África do Sul a partir de 2007 tinha as suas particularidades.

Além de detalhes como os repetidores de seta laterais (indisponíveis no Brasil), o  Fiat Uno Way sul-africano estava equipada com um motor 1.2 8V, de 68 cv, que chegou a ser oferecido no Palio fora do mercado brasileiro.

    Veja Também

      Mostrar mais