Avaliando o mercado de carros já com alguns anos de estrada, é possível encontrar várias opções de SUVs seminovos com preços abaixo de R$ 60 mil, mesmo patamar das versões de entrada de alguns hatches e sedãs compactos.

Mas é preciso ter consciência de que os custos de manter um carros desses é mais alto que o de um modelo básico. Componentes comuns, como os pneus, custam consideravelmente mais em um SUVs . Isso sem contar o consumo de combustível mais elevado.

Se o gasto com etanol ou gasolina é um dos fatores que você está levando em consideração, confira uma lista de SUVs mais gastões, feita com base em dados oficiais do Inmetro. Foram considerados carros de modelo até 2017, com preços abaixo de R$ 60 mil, cotados pela tabela de revendedor da KBB Brasil.

1 - Hyundai Tucson GLS 2.0 2018

Hyundai Tucson
Divulgação
Hyundai Tucson: o SUV já saiu de linha. E vem com câmbio automático de 4 marchas que atrapalha na economia de combustível

O Hyundai Tucson de primeira geração fez sucesso durante vários anos no mercado brasileiro, com a combinação de preço de SUV compacto e porte mais próximo dos utilitários médios. Atualmente, uma unidade do ano/modelo 2018 estão cotadas no mercado a R$ 57.896.

Por outro lado, o motor 2.0 e o câmbio automático de quatro marchas cobravam a sua conta em termos de consumo. Com um consumo energético de 2,85 MJ/km, o Tucson obtem médias na cidade de 5 km/h (etanol) e 7,4 km/l (gasolina). Já na estrada, o consumo é de 5,8 km/l (etanol) e 8,6 km/l (gasolina).

2 - Renault Duster 2.0 Dynamique AT 4x2 2018

Renault Duster
Divulgação
Renault Duster 2.0 é outro modelo que vem com caixa de automática de só 4 marchas que deixa o carro mais "gastão "

Com preço de tabela de R$ 59.565, o Duster Dynamique 2.0 era uma das configurações mais caras do SUV compacto da Renault, trazendo sob o capô um motor 2.0 flex de até 148 cv.

Mas diferente das versões 1.6 mais recentes, que utilizam um câmbio automático do tipo CVT, o Duster 2.0 usa uma caixa automática de apenas quatro marchas, o que ajuda a prejudicar o rendimento: consumo energético de 2,30 MJ/Km e médias na cidade de 6,1 km/h (etanol) e 8,9 km/l (gasolina). Já na estrada, o consumo é de 7,3 km/l (etanol) e 10,5 km/l (gasolina).

3 - Ford EcoSport FreeStyle 2.0 2017

Ford EcoSport
Divulgação
Ford EcoSport com motor 2.0 também não é dos SUVs que fazem cerimônia em gastar combustível

Com preço na tabela KBB de R$ 58.690, o  EcoSport FreeStyle 2.0 4x4 combinava o motor 2.0 sem injeção direta de 148 cv com a tração nas quatro rodas e um câmbio manual de cinco marchas.

Apesar da valentia maior em pistas sem pavimento, esse Eco 4x4 tinha um consumo energético de 2,17 MJ/Km, com médias de consumo na cidade de 6,5 km/h (etanol) e 9 km/l (gasolina). Já na estrada, o consumo é de 8,1 km/l (etanol) e 11,7 km/l (gasolina).

4 - Hyundai Creta Attitude 1.6 AT 2017

Hyundai Creta
Divulgação/Hyundai Motor Brasil
Hyundai Creta 1.6 automático tem boa solidez e isolamento acústico, mas consome mais que o ideal no dia a dia


Uma das versões automáticas mais acessíveis do SUV compacto da Hyundai em seu lançamento, a configuração Attitude está sendo oferecido no mercado pelo preço médio de R$ 53.254.

O motor é o 1.6 de 130 cv, combinado a um câmbio automático de seis marchas. Com consumo energético de 2,04 MJ/Km, o Creta 1.6 roda na cidade até 7,1 km/l (etanol) e 10,1 km/h (gasolina), enquanto na estrada a média é de 8,2 km/l (etanol) e 11,3 km/l (gasolina).

5 - Jeep Renegade 1.8 MT5 2017

Jeep Renegade
Divulgação/Fiat-Chrysler
Jeep Renegade com motor 1.8 sofre um pouco na questão da eficiência energética, bem melhor com o 2.0 turbodiesel e câmbio de 9 marchas


Versão de entrada do Jeep Renegade na linha 2017, trazia como novidade o motor 1.8 com o coletor de admissão variável VIS, que fez a potência subir para até 139 cv. Hoje é encontrada no mercado pelo preço médio de R$ 59.486.

Com consumo energético de 1,91 MJ/Km, o Renegade 1.8 manual obteve as seguintes médias de consumo na tabela dos SUVs do Inmetro: 7,5 km/l (etanol) e 10,9 km/l (gasolina) na cidade e 8,3 km/l (etanol) e 12,3 km/l (gasolina) na estrada.

    Veja Também

      Mostrar mais