Nissan March
Divulgação
Nissan March sai de linha no Brasil à espera de um substituto, o que deverá demorar e ainda não tem data definida

O Nissan March deixa de ser fabricado no Brasil, informação que é confirmada oficialmente pela fabricante. O hatch chegou ao Brasil em 2011, primeiramente trazido do México. Três anos depois, passou a ser feito em Resende (RJ), onde acaba de parar de ser montado. Ainda conforme a marca japonesa, todos os serviços de manutenção e reposição de peças para os proprietários vão se manter inalterados.

As baixas vendas do modelo e a necessidade da marca se adequar à realidade atual do mercado acabaram tirando o Nissan March de linha no Brasil. O carro chegou a ter mais de 20 mil unidades vendidas anualmente, volume que despencou para 6.897 no ano passado. Nos primeiros sete meses de 2020, foram apenas 2.208.

Com isso, o Nissan vinha sendo vendido somente nas versões com motor 1.6, com preço entre R$ R$ 60.590 na versão SV e R$ 69.990 na SL com câmbio automático CVT, defasado em relação ao modelo vendido em outros mercados, onde está a uma geração na frente da que acaba de sair de linha no Brasil. Com isso, a linha de montagem fluminense passa a fabricar apenas os modelos Kicks e V-Drive .

Por causa do domínio dos SUVs no mercado atualmente, com 38,3% das vendas em julho último, ante 26,8% dos hatches pequenos, conforme dados da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), além dos menores volumes de vendas provocados pela crise econômica desencadeada na pandemia do novo coronavírus, a nova geração do March deixou de ser interessante no Brasil.

No lugar do hatch, a Nissan poderá optar por um novo SUV abaixo do Kicks. É possível que seja a versão de produção do Magnite, cuja versão conceitual já foi apresentada. O carro é fabricado sobre a mesma base do Renault Kwid. Mas ainda não há nada definido pela marca japonesa no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários