Nissan Versa Sense
Reprodução
Nissan Versa Sense: versão mais simples da linha começa a ser vendida na Argentina com calotas no lugar das rodas de liga-leve


Confirmado para estrear no Brasil ainda este ano, o novo Nissan Versa já está disponível no mercado argentino. Por lá, a marca repetiu a estratégia de manter a geração antiga, com o nome de Versa V-Drive, para ser o seu sedã mais acessível. Mas isso não impediu que o carro novo tivesse uma versão com visual de carro de entrada.


Na Argentina, onde o novo Nissan Versa também é importado do México, a marca optou por oferecer quase todas as versões do mercado mexicano. São cinco configurações (Sense e Advance, com câmbio manual de cinco marchas ou CVT, e a topo de linha Exclusive, só com câmbio CVT), todas equipadas com o mesmo motor 1.6 16V, de 118 cv.

Na Sense MT, que chega por lá custando 1,3 milhão de pesos (cerca de R$ 95 mil), o sedã traz rodas de aço de 15" com calotas, som convencional e ar-condicionado manual. Por outro lado, segue com itens como os seis airbags e controles eletrônicos de tração e estabilidade.

A intermediária Advance, que sai por 1.406.600 pesos com câmbio manual (cerca de R$ 102 mil), adiciona itens como repetidores de seta nos retrovisores, sistema multimídia com tela de 7", câmera de ré, painel com tela digital configurável, faróis de neblina e rodas de liga leve de 16".


Já na versão de topo Exclusive CVT do novo Nissan Versa , que chega por 1.686.100 milhão de pesos (R$ 123 mil) é a única da linha com rodas de liga leve exclusivas de 17", bancos de couro, ar-condicionado automático digital, faróis de LED e uma pacote tecnológico com monitor de pontos cegos e tráfego cruzado, frenagem automática de emergência e alerta de colisão frontal.

    Veja Também

      Mostrar mais