Locação de carro
Divulgação
Associações de empresas de turismo e locação querem se unir para impulsionar o desempenho dos dois setores


A Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla) e a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) se aproximaram com o objetivo de desenvolver ideias para alavancar os dois setores, que tiveram o ano bastante comprometido pela pandemia do novo coronavírus. Uma das ideias defendidas seria a criação de pacotes que incluam a locação do carro.


Em entrevista recente para o IG Carros, o presidente da Abla, Miguel Júnior, destacou que os segmentos de terceirização de frotas e de aluguel de carros para motoristas de aplicativos sofreram um impacto bem menor do que o de locação para turismo , que não deve recuperar este ano o desempenho do pré-pandemia.

De acordo com a Abla, esse tipo de prática, que de modo geral ainda não é feita pelas operadoras turísticas, iria fortalecer não só as gigantes do setor de locação de veículos, mas também as empresas de pequeno e médio porte. Atualmente, o setor reúne no Brasil mais de 10 mil locadoras e uma frota de quase um milhão de veículos.

Dados divulgados pela Braztoa apontam que, no primento semestre deste ano, as operadoras de turismo deixaram de faturar cerca de R$ 4,5 bilhões por conta dos efeitos da pandemia. A expectativa dos empresários do setor é de que a recuperação seja lenta, com 54% dos entrevistados pela associação destacando que esperam atingir o volume de faturamento pré-covid-19 apenas em 2022.

    Veja Também

      Mostrar mais