O Volkswagen Golf foi revelado na Europa em 1974. Lançado como um substituto do Fusca, nada tinha em comum com o modelo pioneiro da marca alemã, sendo um dos primeiros da linha da empresa (depois do K70 e do Passat) a adotar a configuração de motor refrigerado a líquido combinado com a tração nas rodas dianteiras.

De lá para cá, o Volkswagen Golf acabou se tornando um dos maiores sucessos comerciais da marca, assumindo no mercado alemão um papel de liderança equivalente ao do Gol na linha brasileira. Atualmente em sua oitava geração, é também um dos modelos de automóveis mais produzidos na história, tendo ultrapassado a marca de 35 milhões de unidades no ano passado.

No mercado brasileiro, o modelo chegou oficialmente apenas em 1994. O Golf nacional veio em 1998, com a 4ª geração, que por aqui receberia uma reestilização exclusiva e ficaria em produção até 2013, quando chegou o Golf de 7ª geração. Depois de ser importado da Alemanha e do México, esse Golf "7" seria produzido no Brasil entre 2016 e 2019. Confira abaixo algumas versões do modelo que nunca chegaram oficialmente por aqui.

1 - Golf Country

Volkswagen Golf Country
Divulgação
Volkswagen Golf Country tinha tração integral e estepe na traseira, preso por um suporte ligado ao para-choque


O Volkswagen Golf de 2ª geração ganhou em 1986 a opção do sistema de tração integral, que recebeu o nome de Syncro. Para explorar melhor as novas possibilidades do sistema, a marca alemã desenvolveu a versão Country, que pode ser considerada um precursor dos SUVs compactos atuais.

Equipada com um motor 1.8 de 99 cv, trazia a suspensão elevada para garantir um vão livre para o solo de 21 cm, além de todo um pacote visual típico dos anos 1980, com quebra mato frontal e até o estepe na tampa do porta-malas.

2 - Golf Variant (3ª geração)

Volkswagen Golf Variant
Divulgação
Volkswagen Golf Variant só chegou no Brasil a partir da quinta geração, já que equivale ao Jetta Variant


O Golf de 3ª geração foi comercializado no Brasil inicialmente apenas na versão esportiva GTI, que era importada do México com carroceria hatch de três portas. Posteriormente, a Volkswagen passou a importar também as versões GL (com motor 1.8 e inicialmente vinda da Alemanha) e GLX (mexicano, com o mesmo motor 2.0 do GTI). Ambas com carroceria de cinco portas.

Na Europa, essa geração ficou conhecida como a primeira a contar com a carroceria station wagon, que era vendida com o nome Golf Variant . A perua do Golf só chegaria com esse nome ao mercado brasileiro na sétima geração.

 3- Golf R32

Volkswagen Golf R32
Divulgação
Volkswagen Golf R32 conta com motor de seis cilindros e 241 cavalos e carroceria de apenas três portas para maior apelo esportivo


Até a quarta geração, os logotipos  GTI e VR6 identificavam as versões mais esportivas do hatch médio. Isso mudou em 2003, quando a Volkswagen revelou o Golf R32, que chamava a atenção pelos seus números impressionantes para a época.

O motor era um 3.2 VR6 de 241 cv, que era combinado ao sistema de tração integral 4Motion e ao câmbio automatizado DSG de dupla embreagem. Capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos, foi o "R" pioneiro, sigla que a partir daí iria identificar o Golf mais extremo.

 4 - GTI Clubsport S

Volkswagen Golf GTI Clubsport S
Divulgação
Volkswagen Golf GTI Clubsport S com preparação extra do motor, que é capaz de render 310 cavalos de potência


A versão mais potente do Golf GTI nacional de sétima geração desenvolvia 230 cv. Pois os europeus tiveram ainda o GTI Clubsport S, que foi criado em 2017.

O GTI Clubsport S trazia um kit aerodinâmico exclusivo, que era combinado com pneus de perfil mais baixo e uma suspensão com acerto mais firme. Já o motor era o mesmo 2.0 TSI do GTI "normal", porém com novos componentes e acerto eletrônico para desenvolver 310 cv e permitir ao carro atingir 265 km/h de velocidade máxima.

 5 - Golf R (8ª geração)

Volkswagen Golf R
Divulgação
Volkswagen Golf R é a versão mais potente fabricada pela marca alemã até hoje, com 320 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em 4,7 s


A oitava geração do Golf foi revelada no ano passado na Europa. Mas ainda não se sabe quando (e se) a Volkswagen irá trazer o modelo para o mercado brasileiro.

Recentemente, a marca revelou no mercado europeu a versão R do Volkswagen Golf , que equipada com um motor 2.0 TSI de 320 cv se tornou a variação mais potente da história do modelo. Combinado ao sistema de tração integral, esse carro consegue acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários