Microlino 2.0 está previsto para estrear no mercado europeu em 2021 com estilo inspirado no clássico de meados nos anos 50
Divulgação
Microlino 2.0 está previsto para estrear no mercado europeu em 2021 com estilo inspirado no clássico de meados nos anos 50


A empresa suíça Micro Mobility anunciou nesta semana que iniciou os primeiros testes reais com um chassi e o conjunto mecânico do Microlino 2.0, minicarro elétrico com linhas inspiradas no Romi-Isetta dos anos 1950 e que segue com o lançamento no mercado europeu programado para 2021.


De acordo com a empresa, depois de um programa de testes rodado em computador, foi feita a construção desse chassi funcional do Microlino 2.0 , que nas próximas semanas será equipado com a carroceria do modelo de produção e irá ser completamente equipado, recebendo inclusive o teto solar funcional. O conjunto mecânico não foi divulgado.

A Micro Mobility garante que o novo carrinho traz vários avanços em relação ao antecessor Microlino 1.0, mostrado no Salão de Genebra (Suíça) de 2016 mas que nunca chegou a entrar em produção. Apesar de manter a mesmas linhas básicas, o Microlino 2.0 traz um novo conjunto mecânico, com bitola traseira mais larga, além de ter incorporado novas tecnologias como o conjunto óptico de LED na dianteira e traseira.

Você viu?


No interior, a Micro Mobility resolveu apostar em um painel composto por duas telas digitais sensíveis ao toque, o que segundo a empresa irá facilitar a adição de novas funções ao modelo ao longo da produção. Já o câmbio é controlado por um comando giratório, à esquerda do motorista. Ao longo de 2021, serão produzidos mais quatro protótipos do Microlino 2.0, que vão passar pelo mesmo programa de testes desse protótipo inicial.

Briga judicial

Artega Karo é uma cópia do Microlino que também vai ser produzido depois de um acordo entre as duas fabricantes
Divulgação
Artega Karo é uma cópia do Microlino que também vai ser produzido depois de um acordo entre as duas fabricantes


O pacote de modificações mecânicas e estéticas do Microlino 2.0 tem como objetivo diferenciar o modelo do Microlino 1.0. Esta primeira versão do seria produzida por uma empresa italiana, que no meio do processo foi comprada por uma companhia alemã, que por sua vez se apropriou do projeto e resolveu lança-lo como Artega Karolino .

Depois de uma batalha judicial, as duas empresas acabaram entrando em um acordo. A Micro Mobility vai pode fabricar o Microlino 2.0 , enquanto a Artega vai seguir com a fabricação do Microlino 1.0, mas com o nome de Karo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários