VW Tiguan 2022 é feito em Puebla (México); modelo tem benefícios fiscais para ser vendido no Brasil
Divulgação
VW Tiguan 2022 é feito em Puebla (México); modelo tem benefícios fiscais para ser vendido no Brasil

A Volkswagen acaba de revelar o SUV médio Tiguan 2022 em sua versão para as Américas. Produzido no México, o modelo tem mesmo visual europeu, feito na Alemanha, com mudanças pontuais. Esta é a versão que será importada para o Brasil no segundo semestre de 2021, possivelmente sem versão de cinco lugares. 

Em sua reestilização de meia-vida, o Tiguan ganha características da oitava geração do Golf . Isso fica bem evidente pelo novo formato dos faróis, além das lanternas traseiras.

Assim como o novo SUV médio Taos –  que virá ao Brasil importado da Argentina no fim deste trimestre – o Tiguan ganha um filete de LED que cruza a grade frontal, ligando os faróis dianteiros. Este padrão não é utilizado na Europa, onde o Tiguan já conta com o novo recurso LED Matrix desenvolvido pela Audi. Neste caso, o SUV médio tem 24 LEDs por farol, podendo alterar a iluminação de forma orgânica.

As mudanças são mais discretas na traseira, onde o Tiguan passa a levar seu nome escrito abaixo do logotipo da Volkswagen. Na versão R-Line , o modelo terá para-choques mais protuberantes para acrescentar um visual mais agressivo, assim como detalhes cromados espalhados pela carroceria. 

O interior também conta com mudanças interessantes. Ao menos no pacote dos Estados Unidos, o Tiguan terá bancos dianteiros com funções de aquecimento e resfriamento de série. O recurso deve aparecer nas versões mais caras no Brasil. 

Você viu?

Novos materiais passam a revestir os bancos e painéis de porta com mais variedade de cores. As versões mais caras também terão filetes em LED que podem mudar de cor e iluminar o ambiente de acordo com a preferência do motorista.

O Tiguan também ficou mais seguro em sua versão 2022 , contando com sistema de frenagem de emergência, assistente de permanência em faixa e controle de cruzeiro adaptativo como equipamentos de série nos Estados Unidos. 

O pacote Brasil ainda não foi confirmado, mas com base em outros modelos do segmento de SUVs médios, ao menos as versões mais caras do Tiguan devem ganhar os novos recursos de segurança.

Motorização

Além dos revestimentos, Tiguan 2022 estreia o novo volante da Volkswagen
Divulgação
Além dos revestimentos, Tiguan 2022 estreia o novo volante da Volkswagen

Nos Estados Unidos, o Tiguan mantém o motor 2.0 turbo de quatro cilindros capaz de desenvolver 184 cv de potência, com câmbio automático de oito velocidades. O modelo que será importado para o Brasil também terá o conjunto mecânico atual, entregando 150 cv e 25,5 kgfm de torque na opção 1.4 turbo, com câmbio automatizado de 6 velocidades, subindo para 230 cv e 35,5 kgfm de torque no modelo 2.0 turbo, com câmbio automatizado de 7 velocidades.

Catálogo mais enxuto

Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, o catálogo do Tiguan deve ficar mais enxuto no Brasil para evitar a “canibalização” de produtos. Dessa forma, o Tiguan pode ficar restrito às versões mais caras, com espaço para sete ocupantes. 

A intenção da fabricante é que antigos clientes do Tiguan de cinco lugares comprem o Taos, que terá apenas motor 1.4 turbo de 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, com câmbio automático de seis velocidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários