Fiat Toro Ranch 2022 é um dos exemplos de picapes com apelo aventureiro, mais próximos de SUVs
Divulgação
Fiat Toro Ranch 2022 é um dos exemplos de picapes com apelo aventureiro, mais próximos de SUVs

A ideia mais genial da última década na indústria automotiva foi a criação de um novo segmento para as picapes . Quem poderia imaginar que modelos intermediários, preenchendo a lacuna entre compactas e médias, fariam tanto sucesso?

Segundo a Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), a Fiat Toro emplacou 54 mil unidades ao longo de 2020.

Estamos falando de um carro cujo preço varia entre R$ 99.990 e R$ 171.990 – ou seja, além de volumoso nas vendas, traz uma grande faixa de lucro para a fabricante.Dessa forma, muitas fabricantes entraram na onda das picapes intermediárias. Este é o assunto do iG Carros Podcast de hoje.

Os modelos Fiat Toro e Renault Duster Oroch foram os primeiros a chegar no Brasil, com bastante antecipação na comparação com as rivais. A picape intermediária da Renault deverá ser atualizada em meados de 2021, com todas as características do novo Duster e motor 1.3 turbo.

A VW Tarok foi apresentada pela primeira vez no Salão do Automóvel de 2018, e está marcada para chegar ao mercado em meados de 2022. Ela deve contar com motor 1.4 turbo e câmbio automático de seis velocidades. A Chevrolet anunciou um investimento recente de R$ 10 bilhões para a produção de um novo modelo em São Paulo, que deverá substituir a Montana e assumir um patamar superior.

Já a Ford apostará na picape Maverick para agarrar parte do mercado dominado pela Toro. O modelo terá motor 1.5 Ecoboost, câmbio automático e benefícios fiscais para ser vendido por valores competitivos no Brasil, já que será produzido no México.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários