O AirCar Prototype 1 fez seu voo inaugural no final de 2020 e, desde então, registrou 142 pousos bem-sucedidos
Divulgação
O AirCar Prototype 1 fez seu voo inaugural no final de 2020 e, desde então, registrou 142 pousos bem-sucedidos

Há anos ouvimos falar de carros voadores e como eles têm potencial para mudar e melhorar a mobilidade pessoal, mas ainda estamos muito longe de ver isso acontecer.  No entanto, uma empresa na Eslováquia Klein Vision acaba de se tornar um marco muito importante na história, fazendo o primeiro voo interurbano com um carro voador, ou AirCar, como foi batizado.

O AirCar Prototype 1 completou o primeiro voo interurbano. Apresentado pela primeira vez em 2019, o AirCar tem feito um progresso incrível (e incrivelmente rápido). O AirCar Prototype 1 fez seu voo inaugural no final de 2020 e, desde então, registrou 142 pousos bem-sucedidos e mais de 40 horas de testes de voo.

O 142º pouso coincidiu com o primeiro voo interurbano da AirCar, uma viagem de 35 minutos do aeroporto internacional de Nitra – considerada a quarta maior cidade da Eslováquia - ao aeroporto internacional de Bratislava, Eslováquia, em 28 de junho de 2021.

Você viu?

Conforme  a empresa explica, ao contrário dos eVTOLs (aeronaves elétricas de decolagem e aterrissagem verticais), que se parecem mais com drones gigantes do que carros reais, este é um carro de verdade - e voador. Isso significa que ele é utilizável para transporte duplo , tanto na estrada como um carro quanto no ar como um avião. “É um carro voador por todos os meios e propósitos”, define.

O inventor do veículo, o professor Stefan Klein, operou o veículo em ambos os modos. Assim que pousou em Bratislava, ele converteu o AirCar em um carro - um processo que levou menos de três minutos e o viu retrair as asas e a cauda - e então o dirigiu para a cidade.

Ele é movido por um motor BMW de 160 cv com hélice fixa e pode voar a uma velocidade máxima de cruzeiro de 190 km/h. Um comunicado de imprensa da Klein Vision observa que o protótipo atingiu altitudes de 8.200 pés e foi capaz de executar, sob supervisão da Autoridade de Aviação Civil , curvas acentuadas de 45 graus e passar por uma série de testes de estabilidade e manobrabilidade.

A empresa ainda está projetando um outro modelo ainda mais forte com motor de mais de 300 cv que possibilitará alcançar uma velocidade superior de R$ 300 hkm/h e uma autonomia de 1.000 km, mas para isso espera obter uma certificação de aeronave EASA CS-23 , com uma autorização rodoviária M1 para uso como carro. A empresa também busca diversificar o leque de opções, com versões de 2 e 4 lugares, além de um modelo anfíbio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários