Veja 5 verdades que afetam diretamente a vida útil do pneu do seu carro

Hábitos simples garantem economia e, principalmente, contribuem para a segurança


Pneu do tipo 'run flat' pode custar o dobro de um convencional, mas pode rodar vazio
Foto: Divulgação
Pneu do tipo 'run flat' pode custar o dobro de um convencional, mas pode rodar vazio

É fato que não basta escolher a melhor marca de pneu e achar que ele vai durar por muito tempo só por ser um produto de qualidade superior às demais marcas. Há de se levar em conta o cuidado, visto que  um mesmo modelo de pneu pode estar comprometido antes dos 30.000 km ou chegar em boa forma aos 50.000 km .

Para isso, é preciso ter consciência de que o pneu é um produto de extrema importância, pois está intrinsicamente ligado à sua segurança. Hábitos simples, além de garantir uma durabilidade maior para o pneu, protege o seu bolso e, principalmente a sua vida, dos demais ocupantes e a de outros motoristas.

“O passo mais importante em direção a uma longa vida do seu pneu passa por você conhecer um pouco mais sobre os quatro vilões que trabalham o tempo todo para reduzir a quilometragem deste produto”, explica Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus. São eles:

Pressão incorreta

Foto: Divulgação
Pneu calibrado é fundamental para não gastar mais combustível que o ideal no dia a dia

A pressão incorreta dos pneus tem impacto direto na vida útil do pneu que, ao rodar abaixo da calibragem recomendada pelo fabricante, vê a sua vida útil extremamente comprometida, contribuindo não só para o desgaste prematuro da banda de rodagem como também da estrutura. Lembre-se que calibrar regulamente os pneus do seu carro contribui significativamente para a redução no consumo de combustível.

Alinhamento incorreto

Você viu?

Foto: Divulgação
Alinhamento de pneus também é importante para não haver desgaste irregular e não aumentar o consumo

Se você solta por um instante o volante do veículo e a direção pende para um lado, desviando da linha reta, é sinal de que a geometria pode estar com alguma irregularidade. Corrigir o alinhamento significa equilibrar todas as forças que atuam no veículo, tais como gravidade e força centrífuga , entre outras. O desequilíbrio gera um desgaste adicional no pneu, encurtando a sua vida útil, além de comprometer a segurança.

Conjunto Pneu/Roda Desbalanceado

Foto: Divulgação
O balanceamento é feito junto com o alinhamento, para garantir uma direção segura e frenagens eficientes

Aqui o sintoma pode ser uma trepidação no volante conforme o carro atinge velocidades maiores. Esse balanceamento é normalmente executado junto com o alinhamento, assegurando uma maior quilometragem, uma direção segura e frenagens eficientes.

Roda amassada ou torta

Foto: Divulgação
Além da questão da dirigibilidade prejudicada, a roda amassada faz o pneu perder mais pressão

Uma roda amassada ou torta representa um sério risco para a sua segurança, dos que viajam com você e dos outros motoristas e pedestres. Há um alto risco de perda repentina de toda a pressão do pneu, que pode comprometer totalmente a dirigibilidade e causar um acidente.

Escolha do pneu mais adequado

Foto: Divulgação
As letrinhas no pneu não estão lá à toa. Cada uma indica uma especificação, como tamanho, perfil, largura e o peso

A evolução do processo de produção dos pneus permite que você escolha o modelo mais adequado para a sua proposta de uso, mas lembre-se de sempre obedecer às medidas originais recomendadas por cada fabricante. Acontece que quando um determinado veículo é lançado, ele já passou por uma série de testes que certificaram a melhor condição.