Mercedes-Benz EQG deve ser mais veloz que o G63 AMG
Divulgação
Mercedes-Benz EQG deve ser mais veloz que o G63 AMG

A Mercedes-Benz  mostrou o conceito EQG no Mobility Show de Munique (Alemanha), evento que está substituindo o Salão de Frankfurt em razão da pandemia do novo coronavírus. O jipe 100% elétrico revela o futuro do Classe G, um dos modelos mais lendários da fabricante.

Segundo a marca, o objetivo do conceito é reforçar a boa reputação urbana do ‘G-Wagon’, apelido do Classe G no exterior. O design exibido no Mobility Show de Munique é bem próximo do modelo final, conforme antecipado pela Mercedes-Benz.

Sendo assim, o Mercedes-Benz Classe G deve contar com luzes em LED, rodas aro 22 com design bem agressivo e parachoque dianteiro que reforça uma natureza mais aerodinâmica.

Apesar das características mais urbanas por conta da eletrificação, o EQG ainda traz elementos clássicos do G-Wagon , como suspensão independente na dianteira e eixo rígido na traseira. As baterias foram posicionadas no assoalho para favorecer o centro de gravidade.

A Mercedes-Benz ainda não revelou informações sobre a mecânica do EQG. Rumores sugerem que ele deverá contar com quatro motores elétricos, um em cada roda, para que a entrega de potência seja ainda mais controlada. 

Há a expectativa de que ele seja mais veloz que o Mercedes-AMG G63 , que pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e atingir 220 km/h. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários