O volume de motocicletas fazendo entregas aumentou 40% apenas em São Paulo, durante a pandemia
Divulgação
O volume de motocicletas fazendo entregas aumentou 40% apenas em São Paulo, durante a pandemia

Com o crescimento do isolamento social e dos serviços de pedidos por aplicativos e de delivery por conta da Covid-19, o número de trabalhadores de moto-entrega cresceu 40% só em São Paulo, segundo o Sindicato dos Mensageiros Motociclistas, Ciclistas e Moto-Taxistas do Estado de São Paulo (SindimotoSP).

Por outro lado, este crescimento trouxe um aumento de acidentes de transporte relacionados ao trabalho, com 21% deles resultando em mortes. Depois de São Paulo, Paraná e Santa Catarina são os estados com maior número de acidentes, que em sua maioria causam lesões, fraturas e as queimaduras causadas principalmente pelo escapamento da moto.

De acordo com Antonio Rangel, enfermeiro e consultor da Vuelo Pharma, neste tipo de acidente com moto é muito comum ocorrerem fraturas e queimaduras . “Como os graus das queimaduras variam muito, os motociclistas precisam procurar logo atendimento médico. Um tratamento mal feito pode impactar em sua saúde e nas demandas de trabalho”, explica.

Membracel, uma membrana de celulose cristalina capaz de substituir temporariamente a pele.
Divulgação
Membracel, uma membrana de celulose cristalina capaz de substituir temporariamente a pele.

O especialista recomenda uma membrana de celulose cristalina capaz de substituir temporariamente a pele e que funciona como uma espécie de curativo, o Membracel , vendido em farmácias e drogarias.

“É um curativo de longa permanência , que não precisa ser trocado todos os dias. Ele reduz a dor por meio do isolamento das terminações nervosas e acelera o processo cicatricial. Além disso, é fácil de encontrar no mercado e com preço justo”, finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários