Feito em 2006, o Platinum Plus era feito sob encomenda nos EUA para ser o veículo mais luxuoso do mundo
Divulgação
Feito em 2006, o Platinum Plus era feito sob encomenda nos EUA para ser o veículo mais luxuoso do mundo

Quando dinheiro não é problema, empresas não param de desenvolver o que há de mais de luxuoso e insano para abastecer o mercado de luxo. Prova disso são os imensos iates ou aviões que funcionam como uma mansão sobre rodas oferecendo toda a comodidade possível.

A estadunidense Featherlite Coaches , por exemplo, é uma delas. A tradicional fabricante e principal cliente dos pilotos da Nascar, uma das provas que mais lucrativa dos EUA, não hesita em oferecer o que há de melhor em transformar ônibus em verdadeiros iates sobre rodas.

O Platinum Plus se encaixa nessa filosofia. É uma construção de 2006 do Featherlite Vantare e é o primeiro iate sobre rodas a reivindicar o título de o mais caro do mundo, por U$$ 2,5 milhões na época (cerca de US$ 3,4 milhões em dinheiro de hoje, ajustado pela inflação). Convertendo para o real, isso dá algo em torno de R$ 18, 5 milhões .

Hoje em dia, esse tipo de veículo, pode chegar até US$ 7,7 milhões ou, pasmem, R$ 42 milhões (se você quiser ele totalmente personalizado e com um Bugatti na garagem, por exemplo, semelhante ao que a alemã Volkner Mobil fez com o Performance S 2021 oferecido hoje a R$ 39,5 milhões ).

Ao contrário do Volkner Performance S 2021 lançado recentemente, ele não veio junto com um carro, mas tinha uma garagem para qualquer carro esportivo que os proprietários quisessem levar com eles em sua jornada.

Leia Também

Por outro lado, o título de mais caro é justificado por oferecer mais mimos do que um ‘mero’ Bugatti . São três extensores, por assim dizer, que amplia as acomodações das salas de estar, quarto principal e cozinha. Uma segunda cozinha ao ar livre também estava disponível.

Leia Também

Leia Também

O Platinum Plus não se destacou por seu layout engenhoso ou pelo fato de incluir mais recursos. Era high-tech, certo (para aquela época), mas seu mérito estava nos acabamentos premium e nos materiais usados ​​na construção. Representou o culminar de décadas de experiência para uma empresa que começou a construir iates ( Vantare , antes de unir forças com a Featherlite ).

Superlativo talvez seja a definição para o Platinum Plus que usava e abusava de lustres de cristal Swarovski, placas de ônix no chuveiro, mármore inca raro, couro perolizado trazido da Itália, madeira Sapele Pommele da África, cristal Schonbek e madeiras preciosas.

O sofá da sala era uma peça italiana customizada , a mesa de jantar era feita de um cristal que se iluminava por dentro, enquanto os copos eram de cristal assinado soprado à mão.

A pia do banheiro era uma peça de vidro do artista Mark Ditzler de Seattle, a do banheiro também era de vidro, de Roberto Scira, de Seattle, enquanto a da cozinha era outra obra única , pintada à mão pelo Marzi Studios. Enfim, cada item do trailer, era trazido de fora ou feito sob encomenda nos Estados Unidos, com o objetivo de criar o veículo mais luxuoso e exclusivo que existe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários