Mercedes-Benz AMG estará disponível com motores V8 sobrealimentados, em duas versões
Divulgação
Mercedes-Benz AMG estará disponível com motores V8 sobrealimentados, em duas versões

A Mercedes-Benz revela a nova geração do seu tradicional roadster SL. O carro passa a ter linhas mais arrojadas e conjunto mecânico híbrido, que funciona com motores V8 sobrealimentados funcionando com outro elétrico.

A Mercedes informa que a aceleração de 0 100 km/h pode ser feita feito em 3,9 e 3,6 segundos, dependendo da versão, e a velocidade máxima varia de 295 a 315 km/h .   No conjunto mecânico do novo SL , acoplado às duas opções de motores V8, fica o sistema de transmissão automático, de nove marchas, com dupla embreagem.

Além de algumas mudanças significativas para chegar no desempenho de tirar o fôlego, os engenheiros incorporaram ao esportivo da Mercedes novo cárter com ventilação ativa, intercoolers reposicionados, dutos otimizados de admissão e exaustão, entre outros itens.

Para melhorar ainda mais a dinâmica de direção do Mercedes AMG SL 2022 , a marca incorporou o sistema de direção do eixo traseiro que direciona as rodas na direção oposta às dianteiras a velocidades de até 100 km/h e na mesma direção acima de 100 km/h.

O Mercedes SL 55 tem uma suspensão de aço AMG Ride Control recentemente desenvolvida, com eixo dianteiro multilink e design de Five-Link na parte traseira.

Para o Mercedes SL 63, é de série o AMG Active Ride Contro l com estabilização anti-rolagem hidráulica ativa que substituem as barras estabilizadoras convencionais, compensando os movimentos de rolamento instantaneamente. Na prática, o esportivo ganha em conforto e desempenho, principalmente nas curvas mais acentuadas.

Leia Também

Fora isso, não poderia faltar o pacote AMG Dynamic Plus , no qual o ‘piloto’ pode escolher entre seis modos diferentes, como Escorregadio, Conforto, Esporte, Esporte +, Individual e Corrida. Ele é item de série na SL 63 e opcional na SL 55.

Leia Também

Uma das opções de motor V8 do novo Mercedes SL é o 4,0  das versões variantes SL 55 e SL 63, que gera de 469 cv e 71,4 kgfm de torque na primeira delas e 585 cv e 81,6 kgfm da outra. Vale lembrar que com o motor elétrico na traseiram o esportivo passa a ter tração integral pela primeira vez.

Internamente, todos os comandos lembram o cockpit de um avião com saídas de ar em forma de turbina, e a iluminação ambiente, assentos ajustáveis ​​eletricamente, estofamento de couro e muitos acabamentos em fibra de carbono estão no convés, junto com o sistema AirScarf que sopra ar quente pelas aberturas dos encostos de cabeça.

Por fim, e não menos importante, está o belo conjunto de linhas marcantes e esportivas do SL. Alinhando-se com o restante da linha AMG já no mercado, a grade tem 14 ripas verticais e é flanqueada pelos faróis traseiros. O para-brisa inclinado, saliências curtas, capô longo, traseira musculosa e aerodinâmica ativa completam o ‘pacote’.

Na nova geração, a capota rígida dá lugar a uma de lona que pesa 21 kg a menos e contribui para reduzir o centro de gravidade. A abertura e o fechamento levam cerca de 15 segundos e pode ser operado com velocidade de até 60 km/h.

A Mercedes-AMG ainda não anunciou o preço e nem quando vai chegar às lojas. Mas, no Brasil, o mais provável é que a novidade chegue no segundo semestre de 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários