Porsche 911 1967 ganhou nova 'vida' após um trabalho minucioso de detalhamento de pintura, peças e interior
Reprodução
Porsche 911 1967 ganhou nova 'vida' após um trabalho minucioso de detalhamento de pintura, peças e interior

"Um verdadeiro Barn Find" , vão dizer os mais íntimos com a cultura do antigomobilismo. O termo em inglês refere-se à veículos antigos e clássicos em geral que foram guardados por muitos anos em garagens, celeiros, quintais etc e o Porsche 911 da matéria é um exemplo.


O modelo é emblemático. Trata-se de uma unidade de 1967 do 911 , modelo que foi lançado em 1964 pela Porsche cuja linha resistiu por quase 60 anos sem abandonar seu design original.

Os modelos da década de 60 como este são mais valorizados hoje em dia e só para se ter uma ideia, um exemplar destes pode chegar a mais de R$ 1 milhão aqui no Brasil. Essa unidade, em especial é do primeiro ano em que foi introduzida a versão S que contava a mais com motor seis cilindros boxer com 160 cv  de potência.

Um autêntico achado de celeiro, este 911S passou quase 40 anos armazenado. Conta com apenas 90.000 milhas (144.841 km) , e depois de um pequeno incidente, em 1982, o proprietário o estacionou em uma garagem e nunca mais usou.

Aparentemente, o Porsche não viu a luz do dia até 2021, quando o proprietário faleceu e seu neto decidiu arrastá-lo e trazê-lo à sua antiga glória após 39 anos.

Leia Também

Leia Também

O carro estava em boas condições, mas precisava de limpeza e detalhes adequados por dentro e por fora. A carroceria estava coberta com uma espessa camada de poeira , havia sujeira nos pneus, enquanto as luzes dianteiras do lado direito foram quebradas em algum momento.


Após algumas estapas no processo de detalhamento como lavagem, descontaminação de pintura, polimento, subsituição de algumas peças sobressalentes etc, o 911S voltou à vida, exibindo orgulhosamente uma camada de tinta branca brilhante e um interior limpo.

Pelas imagens do vídeo exibido por um canal no Youtube I'M Detailing , ainda falta o motor que deverá receber uma completa revisão e depois reinstalado no seu devido lugar.

Apesar de não ter muitas informações detalhadas a respeito do motor, de acordo com alguns rumores que andam circulando no meio dos antigomobilistas, o atual proprietário chegou a receber ofertas de até US$ 300.000 , algo em torno de R$ 1,65 milhão lá nos EUA, em conversão do dia, o que demonstra a enorme atenção que esses 911s recebem hoje.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários