Renault 4 voador tem hélices de drones e sua carroceria sem portas fica em cima de uma estruturas metálicas
Divulgação
Renault 4 voador tem hélices de drones e sua carroceria sem portas fica em cima de uma estruturas metálicas

O Renault 4 faz 60 anos e a marca francesa decide transformá-lo em um carro voador para celebrar o aniversário de um dos seus modelos mais icônicos e bem sucedidos nas vendas. Para isso, fez um protótipo batizado como Air4 capaz de voar e que mostra como seria o modelo no século 21.

Feito em seis meses, o Renault 4 voador e conceitual tem duas partes. Uma delas é a carroceria do carro em si, sem portas, mas com uma série de detalhes estilosos, como os faróis e lanternas com contornos de LED e a silhueta que lembra o clássico original.

A outra parte fica por conta da estutura que recebeu as hélices que fazem o protótipo voar e atingir 88,5 km/h no ar a uma altura de 685 metros. Porém, no vídeo divulgado pela equipe que desenvolveu o modelo conceitual, o Renault 4 voador não passou de 14,5 metros.

Mas todo o esforço da Renault para fabricar o carro voador deverá servir apenas como uma ação de marketing, uma vez que o protótipo deverá ser exposto em Paris até o fim do ano, sem nenhuma chance de ao menos servir de base para algum novo modelo da marca francesa no futuro.

Leia Também

Leia Também

O clássico Renault 4

Lançado em 1961, o icônico modelo da marca francesa logo foi apelidade de "blue-jeans car" pelo CEO da Renault entre 1955 e 1975. Era um modelo popular que preencheu a lacuna entre um modelo para uso no campo e na cidade. Foi lançado com quatro portas e uma dose de versatilidade incomum para o início dos anos 60, com bancos traseiros dobráveis.

A Renault fabricou 8,1 milhões de unidades do modelo 4, mas nunca chegou a vendê-lo nos Estados Unidos e outros mercados, onde o carro que mais próximo chegou do clássico foi a furgoneta Kangoo , hoje com versão elétrica na nova geração.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários