O Leo Coupe é um carro voador criado pela startup Urban eVTOL que pode decolar na vertical entre os atrativos
Divulgação
O Leo Coupe é um carro voador criado pela startup Urban eVTOL que pode decolar na vertical entre os atrativos

Quem assistia na infância a série animada dos Jetsons produzida pela Hanna Barbera na década de 60, certamente um dia sonhou em ver um carro voador. Esta é uma realidade que vem crescendo aos poucos com a moda dos carros voadores e eVTOLs (veículos elétricos com decolagem vertical).

O Leo Coupe , um veículo com capacidade para três pessoas é até então o que mais se aproxima de um, digamos, carro voador. Está sendo produzido pela norte-americana Urban eVTOL , empresa fundada em 2020, cuja promessa é de lançá-lo já para o ano que vem.

De acordo com a startup, o carro voador pode chegar a 400 km/h de velocidade final e voar com uma autonomia média de 482 quilômetros com uma única recarga, ou seja, acima da média dos outros carros voadores que estão em testes pelo mundo.

O Leo Coupe possui um ar bem futurista e bem próximo ao de um veículo convencional, considerando a ausência de asas enormes, semelhantes a de outros veículos aéreos. O responsável pelo projeto é Pete Bitar, especialista em sistemas de propulsão vertical e do designer automotivo Carlos Salaff, que tem autoria em projetos marcantes como o conhecido japonês Mazda Furai Concept.

O veículo será equipado por 16 propulsores verticais de 10 kW para decolagem e um par de turbinas na traseira para movimentação horizontal e um par de spoilers frontais e um aerofólio traseiro que ajudará a mantê-lo em no ar em voo regular quando atingir a velocidade de 185 km/h. A alimentação ficará a cargo de uma bateria de 66 kW , que tem autonomia para uma hora de voo com uma única recarga.

A Urban eVTOL pretende lançá-lo  em 2022 e seu preço estimado é de algo em torno de US$ 300 mil ,  ou aproximadamente R$ 1,6 milhão, numa conversão simples.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários