Volkswagen Gol teve história de sucesso no Brasil, na Argentina e em outros mercados para onde é exportado
Divulgação
Volkswagen Gol teve história de sucesso no Brasil, na Argentina e em outros mercados para onde é exportado

O Volkswagen Gol sai de linha da Argentina pelo fato de não oferecer controle de estabilidade, obrigatório a partir deste mês. À venda no país há 30 anos e líder ao longo de mais de 17 anos, o VW Polo se tornará o novo veículo de entrada da montadora, algo que também ocorrerá no Brasil.

Enquanto na Argentina o Gol dá seu adeus ao mercado por não receber o controle de estabilidade, no Brasil ele ainda vai durar como conhecemos ao menos até o final de 2022, já que seus números de vendas ainda são notáveis. Esse prazo se dá até a chegada do Polo Track, que assumirá a função de carro de entrada da Volkswagen no Brasil.

Pablo Di Si, que recentemente deixou de ser presidente da Volkswagen na América do Sul para se tornar chairman executivo da montadora, confirmou que o aporte de R$ 7 bilhões da VW na região dará origem a uma nova família de carros de entrada no Brasil, cujo lançamento será a partir de 2023 com o lançamento do Polo Track no meio disso.

No mês passado, o então presidente falou sobre a importância do Gol e deu pistas sobre o que acontecerá. "O Gol é um ícone, como a Kombi e o Fusca. Para nós está sendo um processo de assimilação, a legislação mudou e essa nova família de compactos irá afetar o carro no futuro. Nós continuaremos produzindo o Gol em 2022, mas claramente nossa estratégia será a plataforma MQB no futuro”, explica Di Si.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários