Fiat Argo da linha recebe modificações nos motores e logo deverá receber versões com câmbio automático CVT
Carlos Guimarães/iG
Fiat Argo da linha recebe modificações nos motores e logo deverá receber versões com câmbio automático CVT

A linha 2022 do Fiat Argo ganha algumas mudanças na parte técnica para atender às novas exigências do Proconve L7, cuja regra entrou em vigor a partir de 1º de janeiro de 2022, com regras mais rigorosas de emissões de poluentes nos carros.


Assim como o SUV Pulse, o hatch da Fiat também sofreu alterações no motor 1.3 aspirado. Agora são 98 cv e 13,2 kgfm com gasolina, ou 107 cv e 13,7 kgfm com etanol, ante os 101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm entregues anteriormente.

No caso da versão com motor 1.0 , a potência foi reduzida de 77 cv a 6.250 rpm para 75 cv a 6.000 rpm, quando usando etanol e 72 cv para 71 cv com gasolina. No torque dos 10,9 kgfm a 3.250 rpm caiu para 10,7 kgfm com etanol, e de 10,4 kgfm para 10 kgfm ao usar gasolina.

Em contrapartida, o consumo ganhou melhorias nas duas motorizações: na 1.0, os números são: 9,6 km/l (cidade) e 10,6 km/l (estrada), com etanol e 13,6 km/l e 15,1 km/l com gasolina, nessa mesma ordem, enquanto que na 1.3 , 9,1 km/litro (cidade) e 10,5 km/litro (estrada) no etanol e 13,1 km/litro (cidade) e 15 km/litro, (estrada), na gasolina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários