Nova Nissan Frontier fabricada na Argentina deverá chegar ao Brasil no mês de abril
Divulgação
Nova Nissan Frontier fabricada na Argentina deverá chegar ao Brasil no mês de abril

A Nissan anuncia o início da produção da nova picape Frontier, cujo modelo será feito na unidade de Santa Isabel, Córdoba, na Argentina, para abastecer o mercado local, além da exportação para o Brasil.


Este projeto veio em 2015 com o anúncio de um investimento de US$ 600 milhões  Em 2018, a Nissan Frontier foi feita localmente e, agora em 2022, a Nissan vai produzi-la e exportar para os mercados chileno e colombiano e, em seguida, o brasileiro.

“Estamos promovendo a produção local e criando um ecossistema de oportunidades que vai da base de fornecedores, da fábrica onde a Frontier é produzida até o ponto de venda, e também contribuindo para o nosso objetivo de promover as exportações", afirma Gonzalo Ibarzabal, presidente da Nissan Argentina.

Ainda de acordo com Ibarzabal, em setembro de 2021, a Nissan exportou 25.000 unidades da Frontier ao Brasil desde o início da produção na Argentina e as expectativas para este novo modelo são animadoras.

Só em 2021, de acordo com a Nissan , a  Frontier foi o utilitário que registrou o maior aumento de vendas do seu segmento no mercado brasileiro, com uma evolução de 40% em relação ao ano anterior.

Leia Também

Entre as novidades estéticas , o veículo será chegará à linha 2023 com uma reestilização, que contemplará o cojunto frontal com linhas mais agressivas e robustas de grade, para-choque, faróis e capô.

Por dentro, além de forrações com novas padronagens dos acabamentos, como não poderia deixar de faltar, é cogitado um sistema multimídia bem mais atualizado, além de novos recursos voltados para a segurança.

Outra novidade é a versão de estreia PRO-4X , com pacote visual mais aventureiro que entrará para ocupar a vaga das atuais versões especiais X-Gear e X-Gear+ , conforme noticiamos em fevereiro deste ano.

No conjunto motriz da Nissan Frontier renovada, permanecem os motores 2.3 turbodiesel (160 cv e 40,9 kgfm) e 2.3 biturbodiesel (190 cv e 45,9 kgfm), acoplados aos sistemas de transmissão manual de seis marchas, ou automático, de sete e tração 4x2 ou 4x4 com engrenagem de redução.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários