As altas do diesel indicam fortemente que os custos de frete e até de mercadorias irão subir também
Divulgação
As altas do diesel indicam fortemente que os custos de frete e até de mercadorias irão subir também

O preço do litro do diesel comum fechou o mês de junho com média de R$7,87, valor 9,8% mais alto ante o mês de maio, segundo pesquisa do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). O mesmo levantamento ainda registra alta de 9,9% no diesel S-10 (R $ 8) , nos postos de abastecimento do País.

No primeiro semestre de 2022, os dois combustíveis fecharam com altas de 36,4% (diesel) e de 37,3% (gasolina). Desse modo, é a primeira vez em 12 anos de história que o preço do diesel passa o da gasolina, que fechou a R$ 7,56.

Na análise regional, todas as regiões tiveram alta no diesel nos dois últimos meses com maiores médias no Norte: +3,63% ( R$ 7,70 o tipo comum) e +3,05% (R$ 7,79 o S-10). Novamente o Sul liderou as menores médias com o tipo comum por R$ 7,02 e o S-10 a R$ 7,10.

Por Estado, o Acre apresentou o maior preço médio para o comum, comercializado a R$ 8,05 (+3,64%) . O acréscimo mais expressivo foi identificado no Amapá (+5,40%) , que passou de R$ 7,52 para R$ 7,93 . O RS teve o menor preço médio ( R$ 6,96 ), mas com alta de 4,33%.

O diesel S-10 mais caro veio do Amapá, a R$ 8,17 (+4,05%) . Além de apresentar o menor preço médio para o diesel comum, o RS também registrou a menor média para o S-10, a R$ 7,05 , porém, apresentou o acréscimo mais significativo do País para esse combustível (4,83%).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários