Tamanho do texto

Descubra no vídeo se a versão aventureira do Ford, tabelada em R$ 67.990, supera os rivais Onix Activ (R$ 67.890) e HB20X (R$ 71.700)

O segmento de hatches aventureiros está prestes a ganhar mais um integrante: o  Ford Ka FreeStyle começa a ser vendido até o fim deste mês no país, almejando clientes que buscam uma roupagem off-road para modelos de uso urbano. Batizada de Freestyle, a nova versão tem preço sugerido de R$ 67.990, praticamente o mesmo valor de um dos principais modelos dessa classe, o Chevrolet Onix Activ, tabelado em R$ 67.890 na configuração de topo.

LEIA MAIS: Ford Ka Freestyle com câmbio automático parte de R$ 67.990

A versão aventureira  do carro mais vendido do Brasil, aliás, já é vendida como linha 2019, trazendo novidades como rodas pretas com desenho diferenciado, quadro de instrumentos com iluminação branca e opção de cores diferentes para o painel – até então, era oferecido só com um laranja extravagante. Mas vamos ver como o GM se sai diante do Ford Ka FreeStyle .

Outro já oferecido como linha 2019 e com algumas alterações visuais (como rodas de liga leve diamantadas com detalhes pretos e quadro de instrumentos renovado) é o Hyundai HB20X, cuja versão mais cara tem preço sugerido de R$ 71.700. A questão de momento, portanto, é: escolher já um dos veteranos ou esperar o novo Ka, que chega logo mais?

Por ser bem mais equipado e oferecer mais recursos de segurança, como controles de tração e estabilidade, seis airbags – contra somente dois dos concorrentes – e assistente de partida em rampa, vale mais à pena aguardar o lançamento do Ka reestilizado, que também é superior ao Onix em termos de desempenho, sem ficar distante do HB20X neste último quesito.

LEIA MAIS:  Chevrolet Onix Activ surpreende pelo baixo consumo de combustível

A versão Freestyle conta com o motor 1.5 tricilíndrico flex de até 136 cv e 16,1 kgfm, o mesmo propulsor das versões de entrada do SUV EcoSport. O desempenho é regular e muito bem administrado pela caixa automática de seis marchas (novidade para o modelo), que faz trocas quase imperceptíveis e rápidas.

Na linha 2019 do Onix, continua em cena o 1.4 flex de até 106 cv e 13,9 kgfm, combinado com transmissão automática de seis velocidades, que faz mudanças suaves. O conjunto garante boa desenvoltura ao aventureiro, mas a agilidade é mais contida se comparada com a do Ka, que tem mais potência e torque.

No HB20X, o motor 1.6 flex perde para o 1.5 do Ka em potência, mas ganha no torque. São 128 cv e 16,5 kgfm gerenciados pelo câmbio automático de seis marchas, ágil e suave nas mudanças como o de seus concorrentes. Só o Ka, porém, dispõe de modo esportivo na manopla.

Briga equilibrada

Ford Ka FreeStyle diante dos rivais Chevrolet Onix Activ e Hyundai HB20X
Divulgação
Ford Ka FreeStyle diante dos rivais Chevrolet Onix Activ e Hyundai HB20X

Em termos de consumo, Ka Freestyle e Onix Activ são equivalentes, considerando a média entre os ciclos urbano e rodoviário, único dado divulgado até o modelo pela Ford. De acordo com o fabricante, o Ka Freestyle faz 11,8 km/l, com gasolina, contra 11,7 km/l do Onix Activ. O HB20X bebe um pouco mais: sua média equivalente é de 10,6 km/l.

Ao volante, o trio proporciona posição elevada ao motorista, com direito a regulagem de altura do banco, mas o campo de visão mais estreito do para-brisas do Onix Activ tende a incomodar os condutores mais altos. Ergonomia (embora fique devendo ajuste de profundidade da coluna de direção como no Hyundai) e isolamento acústico são melhores no Ka Freestyle, que se sobressai também no acerto de suspensões mais equilibrado e na estabilidade.

LEIA MAIS:   Hyundai HB20X:  hatch com ares de SUV encara bem obstáculos urbanos

A maior altura livre da carroceria em relação ao solo (20,6 cm contra 18,8 cm do Ka e 15 cm do GM) favorece o HB20X para superar valetas e lombadas sem raspar o para-choque, mas prejudica a rolagem da carroceria, que inclina consideravelmente em curvas. Sobre o Ford, vale destacar que, por ter ficado mais alto em comparação ao restante da linha, a nova versão aventureira teve molas, amortecedores e suspensões recalibrados, bitolas 3 cm mais largas, reforços na carroceria e o chamado controle de inclinação ativo, que atua nos freios do veículo caso detecte uma possível chance de capotamento.

Quer saber como o Ford Ka FreeStyle e os outros dois hatches aventureiros se saem nos quesitos espaço e nível de acabamento, além dos destaques de cada um em termos de equipamentos de série? Bora então assistir ao vídeo!

Escreva para coluna De Carona com Leandro no Youtube ou no  Instagram.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.