Tamanho do texto

Conjunto interessante, bom desempenho e vasta lista de equipamentos estão entre os principais atrativos do modelo que sai por R$ 149.900

O Chevrolet Equinox finalmente desembarca no Brasil. Por aqui, o SUV vai substituir o Captiva em versão única,  a Premier, por R$ 149.900. Um dos itens que mais chama a atenção no carro é o motor. Trata-se do potente 2.0, turbo, com 262 cavalos e 37 kgfm de torque, que funciona com câmbio  automático de nove marchas e também equipa a versão mais em conta do Camaro nos Estados Unidos.

LEIA MAIS: Chevrolet Equinox chega com pegada esportiva por R$ 149.900

O Chevrolet Equinox pode ser usado de duas formas: 4x2 ou 4x4. Isso é possível por conta de um botão próximo ao câmbio, onde o condutor escolhe o melhor momento para andar com tração integral. No caso, esse modo ajuda bastante em estradas de chão de terra e também trechos com muitas curvas.

Chevrolet Equinox tem a mesma base do Cruze, feito na Argentina. Mas, sempre será  trazido do México para o Brasil
Renato Maia/Falando de Carros
Chevrolet Equinox tem a mesma base do Cruze, feito na Argentina. Mas, sempre será trazido do México para o Brasil

O empolgante 2.0 turbo agrada pela elasticidade. O torque máximo aparece perto de 2.000 rpm e vai até seus 5.000 rpm. Outro ponto que impressiona  o porte do novo SUV. Enquanto hoje temos modelos compactos na faixa de 150 mil reais, como Audi Q3, BMW X1 e Mercedes GLA, o Equinox tem tamanho de carros maiores. Com isso, torna-se mais espaçoso nessa faixa de preço.

LEIA MAIS: Ainda falta um pouco de pimenta à Volkswagen Saveiro Pepper

Bem equipado

Interior do Equinox lembra bastante o do Cruze, do qual herda uma série de componentes, inclusive o volante
Renato Maia/Falando de Carros
Interior do Equinox lembra bastante o do Cruze, do qual herda uma série de componentes, inclusive o volante

O SUV da GM vem equipado com teto solar panorâmico, carregador sem fio, MyLink 2 com Apple CarPlay e Android Auto, sistema de som BOSE, sensor de ponto cego, alerta de faixa e assistente de colisão. Sem falar em alguns itens tradicionais nesse segmento, como partida no botão, ar-condicionado digital com regulagens independentes para motorista e passageiro, luzes diurnas de LED, faróis com lâmpadas de xenônio, além de vários outros itens.

LEIA MAIS: Confira o vídeo detalhe do Novo Polo Highline, topo de linha

A estabilidade do Equinox é um ponto a ser comentado.  Apesar de vir equipado com controles de tração e estabilidade, em algumas situações, pela ausência de função Sport ou trocas de marcha mais convencionais,  o funcionamento do câmbio não acompanha uma tocada mais animada, principalmente nas curvas mais rápidas, com o giro baixo, dificultando um pouco da vida do motorista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.