Tamanho do texto

Sedã combina bom conjunto mecânico com câmbio manual de seis marchas. Confira mais detalhes do modelo da marca japonesa no vídeo

De todas as versões da nova geração do Honda Civic, uma chama atenção dos entusiastas, mesmo sendo a mais simples. Trata-se da versão Sport, com câmbio manual de seis marchas, com engates sempre precisos e curtos.

LEIA MAIS: Como anda a versão do Honda Civic mais simples e divertida de dirigir

Por R$ 87.900, o sedã entrega o necessário para um carro completo, mas continua bem distante dos bons itens de série da versão Touring. O que agrada no Honda Civic Sport manual é justamente o câmbio de seis marchas e a agilidade que o carro mostra numa tocada mais animada, principalmente numa estrada cheia de curvas. 

A boa combinacão do câmbio manual com o  motor 2.0 Flex, de 155 cavalos de potência e 19,5 kgfm de torque máximo, realmente agrada. De acordo com a Honda, a configuração faz o sedã acelerar de 0 a 100 km/h em animadores 10 segundos.

LEIA MAIS: Honda Civic Touring vale mesmo os R$ 124.900? Confira na avaliação

Esse tipo de câmbio vive uma fase de transição no Brasil. Apesar de muitos ainda gostarem deste tipo de condução, onde temos o carro mais “na mão”, o aumento da frota e, sem dúvida, do trânsito, faz as caixas automáticas ganharem cada vez mais espaço, principalmente pelo conforto.

Honda Civic Sport: versão mais em conta tem pegada esportiva  e mostra bom acerto do câmbio manual com o motor 2.0
Renato Maia/Falando de Carros
Honda Civic Sport: versão mais em conta tem pegada esportiva e mostra bom acerto do câmbio manual com o motor 2.0

Andando com o Civic Sport manual, notamos que o carro é mais solto que CVT, sem contar que é de longe o sistema de transmissão que aproveita mais o motor. A relação é curta nas primeiras marchas, sendo a quinta e a sexta mais longas, privilegiando o consumo em estradas. Mesmo assim, o consumo é bem parecido com o das versões com caixa automática CVT.  A vantagem do manual é que o carro fica mais esperto, principalmente em ultrapassagens e algumas saídas mais rápidas.

LEIA MAIS: Mercedes C45 Coupé AMG: assista ao vídeo do belo esportivo de 367 cv

Na parte estética, o Civic Sport tem alguns pontos exclusivos, como a grade frontal pintada de preto brilhante e as rodas escurecidas. Por dentro, nada remete a uma versão mais esportiva, já que, na realidade, a versão Sport é a mais simples da linha.

Simplicidade

Traseira arrojada do Civic combina com o apelo esportivo da versão Sport, que evita mostrar detalhes cromados
Renato Maia/Falando de Carros
Traseira arrojada do Civic combina com o apelo esportivo da versão Sport, que evita mostrar detalhes cromados

Mesmo “simples”, o Civic Sport conta com ar condicionado digital, central multimídia com conexão USB, freio de estacionamento eletrônico com auto hold , comandos no volante e luzes diurnas de LED.

Como sabemos, a décima geração do Honda Civic mudou completamente. Passa a usar uma única plataforma para todas as versões do carro em todo o mundo, isso ajuda muito a estarmos mais próximos do que a Honda oferece de melhor em outros mercados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.