Jeep Commander 2022 traz elementos de Compass e Cherokee no visual e passa a ser o topo de linha da marca no Brasil
Divulgação
Jeep Commander 2022 traz elementos de Compass e Cherokee no visual e passa a ser o topo de linha da marca no Brasil

Enfim, o Jeep Commander está entre nós. O novo SUV nacional de 7 lugares chega às lojas a partir de outubro com a expectativa de se tornar líder do segmento. Para a linha 2022, a Jeep aposta nas versões Limited e Overland, que podem ser adquiridas com motor 1.3 turboflex e 2.0 turbodiesel.

O Commander chega para preencher uma lacuna que existia entre os produtos da Jeep. O catálogo começa no Renegade , que parte de R$ 81.590, e em seguida sobe para o Compass , que parte de R$ 148.090 na versão Sport e pode chegar a R$ 229.473 na versão Trailhawk. 

A partir daí, o cliente teria que dar um passo bem maior que a perna entre produtos, pois o Cherokee , último Jeep do catálogo, parte de R$ 402.798. A matriz brasileira entendeu que essa lacuna precisava ser preenchida, e sugeriu um Jeep de 7 lugares com produção nacional, em Goiana (PE), para a América Latina.

O Jeep Commander será vendido nas versões Limited 1.3 Turboflex (R$ 199.990), Overland 1.3 Turboflex (R$ 219.990), Limited 2.0 Turbodiesel (R$ 259.990) e Overland 2.0 Turbodiesel (R$ 279.990). A fabricante optou por pacotes fechados, sem opcionais. Os únicos itens que o cliente pode escolher são a cor externa e o acabamento interno. Nada mais.

Por fora, o Commander incorpora vários elementos de Compass e Cherokee . Isso fica bem claro na dianteira, que lembra bastante o SUV médio, e a traseira, que traz lanternas estreitas no mesmo padrão do modelo importado. 

A pegada aventureira das versões turbodiesel também reflete no design, onde o formato do parachoque muda para melhorar os ângulos de ataque e saída.

As versões flex saem de fábrica com pneus 235/25 R18 Bridgestone Alenza, enquanto o turbodiesel conta com pneus 235/50 R19 da linha Pirelli Scorpion.

Falando de proporções, o Commander tem 4,76 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,79 m de entre-eixos. O porta-malas tem 661 litros com espaço para 5 ocupantes e 233 litros com espaço para 7. Como é de se esperar, apenas crianças pequenas conseguem se acomodar com conforto na fileira final dos bancos. 

Acabamento interno

O interior do Jeep Commander 2022 segue a linguagem visual do novo Compass, do qual herdou alguns componentes
Divulgação
O interior do Jeep Commander 2022 segue a linguagem visual do novo Compass, do qual herdou alguns componentes

O interior do Commander traz a nova linguagem visual da Jeep, com central multimídia no padrão flutuante, volante multifuncional redesenhado e acabamentos macios de boa qualidade. Há carregador de celular por indução no console, mas qualquer movimento do aparelho pode interromper a recarga.

O bom acabamento continua no painel das portas, onde o Commander também aposta na combinação de materiais macios com plásticos de boa qualidade. Nas portas traseiras, assim como o Compass , o acabamento é bem mais simples. 

Ao volante

Para nossa primeira experiência com o Commander , a Jeep preparou dois traçados em Curvelo (MG), no complexo em que os novos produtos do Grupo Stellantis são testados. O modelo flex vai para a pista on-road, enquanto o diesel seria utilizado apenas na pista off-road.

Comecei pelo modelo 2.0 turbodiesel , onde a Jeep simulou uma estrada de terra bem convencional para aqueles que curtem ir ao sítio nos finais de semana. A sensação é de guiar o Jeep Compass, mas isso está longe de ser um demérito para o Commander.

A dirigibilidade é leve, progressiva e aguçada. É como se o modelo não fizesse uma distinção entre o que é asfalto e terra . Mesmo nos trechos mais judiados, a suspensão McPherson na dianteira e na traseira, com amortecedores hidráulicos pressurizados, filtrou as irregularidades do solo. 

O sistema de tração é inteligente. O Commander não demora para detectar que uma das rodas está patinando e alterna o envio de torque para as outras três.

Você viu?

O motor 2.0 desenvolve 170 cv de potência a 3.750 rpm e 38,7 kgfm de torque a 1.750 rpm, com c âmbio automático, de nove marchas . Segundo o Inmetro, o Commander turboflex pode marcar 10,3 km/l na cidade e 12,9 km/l na estrada.

Testamos a versão 1.3 turboflex no Circuito dos Cristais em um trajeto noturno. O Commander demonstra boa estabilidade para um carro de 4,76 metros de comprimento, com destaque para a condução bem direta e o controle de tração que passa segurança ao motorista. Basta pisar fundo no acelerador e os 185 cv de potência e 27,5 kgfm a 1.750 rpm são despejados.

Segundo o Inmetro, o Commander turboflex pode marcar 9,8 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada com gasolina. No etanol, o consumo vai para 6,9 km/l na estrada e 8,3 km/l no etanol.

Conclusão

A linha Commander 2022 é composta por versões equipadas com motores 1.3 flex e 2.0 a diesel, ambos turbinados
Divulgação
A linha Commander 2022 é composta por versões equipadas com motores 1.3 flex e 2.0 a diesel, ambos turbinados

Assim como o Compass, o Jeep Commander promete balançar o mercado brasileiro. Além do projeto robusto, seu preço é muito competitivo na comparação com os rivais. Em um’ fogo amigo’ da Stellantis, o Peugeot 3008 (R$ 212.190) acaba ficando menos interessante.

A Volkswagen deve lançar a reestilização do Tiguan Allspace de 7 lugares nos próximos meses, dependendo do estoque de semicondutores. Logo mais, teremos ambos em nossa garagem para um comparativo. É bom que outras fabricantes abram os olhos para o segmento dos SUVs de 7 lugares.

Commander 1.3 Turboflex

Número de cilindros: 4 em linha

Potência máxima (ABNT): 180 cv (gasolina)/ 185 cv (etanol) a 5.750 rpm

Torque máximo (ABNT): 27,5 kgfm a 1.750 rpm

Câmbio: automático, de seis marchas

Ciclo urbano: 9,8 km/l (gasolina)/ 6,9 km/l (etanol)

Ciclo estrada: 11,8 km/l (gasolina)/ 8,3 km/l (etanol)

Commander 2.0 Turbodiesel

Número de cilindros: 4 em linha

Potência máxima (ABNT): 170 cv a 3.750 rpm

Torque máximo (ABNT): 38,7 kgfm  a 1.750 rpm

Transmissão: automática, nove marchas

Ciclo urbano: 10,3 km/l

Ciclo estrada: 12,9 km/l

Proporções :

Medidas: 4,76 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,68 m de altura e 2,79 m de entre-eixos

Porta-malas: 661 litros com espaço para 5 ocupantes e 233 litros com espaço para 7 lugares

Preços :

Jeep Commander Limited Turbo Flex AT6: R$ 199.990
Jeep Commander Overland Turbo Flex AT6: R$ 219.990
Jeep Commander Limited Turbo Diesel 4x4 AT9: R$ 259.990
Jeep Commander Overland Turbo Diesel 4x4 AT9: R$ 279.990

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários