Tamanho do texto

Trata-se da unidade número três que saiu da linha de montagem, em 1940, ainda como parte da leva de pré-produção

Vespa mais antiga que se tem notícia, fabricada em 1940
Divulgação
Vespa mais antiga que se tem notícia, fabricada em 1940

A Vespa é provavelmente um dos veículos de duas rodas mais famosos que existem no mundo. Mais de duas milhões de unidades já foram fabricadas desde 1940, sempre como uma alterativa prática e acessível de se locomover. Mas quando se trata de uma raridade, como o exemplar que saiu de linha de montagem na Itália, há 77 anos, as cifras passam a subir bastante em função do valor histórico. Pois é, estima-se que a antiga motoneta que aparece nas imagens da galeria abaixo seja arrematada por algo em torno de US$ 200 mil, o que equivale a cerca de R$ 600 mil numa conversão simples.

LEIA MAIS: Olha a Vespa chegando novamente no Brasil. Gabriel Marazzi conta detalhes

Claro que esperam que esse valor seja pago por um colecionador fanático pela Vespa, uma vez que estamos falando da mais antiga unidade da marca que se tem notícia. Faz parte de um lote de 60 unidades que foram produzidas antes da montagem dos modelos realmente destinados à venda ao consumidor final.  O raro exemplar foi fabricado à mão, com ajuda de moldes de madeira e com solda convencional, aquela com massarico.

LEIA MAIS: Vespa Histórica é lançada no Brasil por R$ 27.930. Serão apenas mil unidades

Para ir a leilão, a Vespa rara foi restaurada, como pode ser notado por alguns componentes novos que aparecem nas imagens. Mas, fizeram questão de manter o máximo de itens originais, daí terem deixado boa parte da lataria sem pintura para mostrar que se trata de uma peça de quase 80 anos, protegida apenas por uma espécie de verniz aplicado na superfície. O motor também é original: 98 cc, dois tempos, refrigerado a ar. Funciona com caixa de câmbio de três marchas, com trocas feitas por uma alavanca de metal ao alcance das mãos.

  Vespa no Brasil

Piaggio Vespa
Divulgação
Piaggio Vespa

 Em 1958 foi montada a primeira Vespa no País. Foi fabricada pela empresa carioca Panauto, com motor dois tempos, de 150 cc de cilindrada. Apenas em 1974 é que a scooter passou a ser montada  na Zona Franca de Manaus (AM) nos modelos Ciao 50 e 150 Super durante 10 anos até que as marcas Caloi e Piaggio se uniram  para formar a Motovespa.

LEIA MAIS:  Vespa chega em mais duas versões no Brasil GTS 300 e Sprint 150

Então apareceu o modelo PX, com motor de 198 cc, equipado com ignição eletrônica que funcionava com câmbio de 4 marchas. Suas vendas foram crescendo no Brasil e atingiram o auge em 1986, quando a Vespa se tornou a segunda marca de scooters mais vendida no Brasil, atrás apenas da Yamaha.  Em novembro último, a Vespa voltou oficialmente a vender seus modelos no Brasil, primeiramente importados. No ano que vem está prevista a produção no Brasil, em parceria com Aprilla e a Moto Guzzi. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.