Tamanho do texto

Premiação da Agência Autoinforme mostra quais são as 17 motos vendidas no Brasil que menos depreciam depois de um ano

A Honda CB Twister 250 venceu o prêmio Selo Maior Valor de Revenda - Motos 2017, com uma desvalorização de 8,1%
Divulgação/Honda
A Honda CB Twister 250 venceu o prêmio Selo Maior Valor de Revenda - Motos 2017, com uma desvalorização de 8,1%

A Agência Autoinforme divulga os vencedores do prêmio Selo Maior Valor de Revenda – Motos 2017, que mostram quais as motocicletas brasileiras com menor índice de desvalorização. A grande campeã foi a Honda CB Twister 250, que perde apenas 8,1% de seu valor depois de um ano. A premiação escolheu os ganhadores de 18 categorias entre as 138 motos mais vendidas do País.

LEIA MAIS: Honda Twister, a força de um nome, na avaliação de Gabriel Marazzi

Para decidir os vencedores, a Autoinforme elaborou o Estudo de Depreciação de Veículos com base na cotação da Molicar, com um levantamento dos preços praticados no mercado (ignorando o valor de tabela). Com os preços reais, a equipe faz uma comparação do preço de uma moto zero quilômetro vendida no primeiro trimestre de 2016, com o valor do mesmo modelo, usado, um ano após a venda original. Assim obtiveram o índice de desvalorização .

São 18 categorias: Geral, Motoneta, 50 cilindradas, Scooter até 200 cc, Scooter acima de 200 cc, Trail, Street, Naked até 800 cc, Naked acima de 800 cc, Big Trail até 800 cc, Big Trail acima de 800 cc, Clássica, Crossover, Custom até 800 cc, Custom acima de 800 cc, Sport até 800 cc, Sport acima de 800 cc e Touring. O modelo que recebe o prêmio Geral é o que tem o menor índice entre todas as motos avaliadas.

LEIA MAIS: Produção de motos recuou 29,7% em 2016

A Honda saiu como a grande campeã. Além da CB Twister 250 ter levado o troféu da categoria Geral, a marca japonesa recebeu o prêmio em outras seis categorias. A Yamaha foi a vice, vencendo três categorias. BMW, Harley-Davidson e Triumph empataram com dois prêmios cada. Dafra e Suzuki fecham o ranking, cada uma com um campeão.

“Como conquistar um bom valor de revenda? Valorizando a usada, pagando mais que a concorrência na troca da moto usada da própria marca por uma OK e atender bem o cliente, dando feedback, dando resposta a pedidos e reclamações, resolvendo imediatamente os problemas apresentados e implantando um sistema eficaz de comunicação com o cliente”, explica a Agência Autoinforme.

LEIA MAIS: Royal Enfield chega ao Brasil - e já aceleramos uma de suas motos

Confira os ganhadores e os seus índices de desvalorização:

Categoria

Vencedor

Desvalorização

Geral

Honda Twister 250

-8,1%

Motoneta

Honda Biz 110i

-10,9%

50 cc

Dafra Zig 50

-15,9%

Scooter até 200 cc

Honda PCX 150

-11,9%

Scooter acima de 200 cc

Honda SH 300i

-11,6%

Trail

Honda NXR 160 Bros

-9,3%

Street

Honda CB Twister 250

- 8,1%

Naked até 800 cc

Honda CB 650F

-11,4%

Naked acima de 800 cc

Yamaha MT-09 850

-12,0%

Big Trail até 800 cc

Triumph Tiger 800

-11,5%

Big Trail acima de 800 cc

BMW R 1200 GS

-12,9%

Clássica

Ducati Scrambler Icon 803

-13,0%

Crossover

Yamaha MT-09 Tracer 850

-10,9%

Custom até 800 cc

Suzuki Intruder 125

-12,7%

Custom acima de 800 cc

Harley-Davidson Softail Heritage Classic

-13,2%

Sport até 800 cc

Yamaha YZF-R3 300

-12,1%

Sport acima de 800 cc

BMW S 1000 RR

- 11,1%

Touring

Harley-Davidson CVO Street Glide

-12,0%

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.