Tamanho do texto

Próxima geração do SUV deve ser apresentada em setembro. Confira as primeiras informações sobre o novo modelo e os planos para o Brasil

Próximo Renault Duster terá versão de sete lugares e pode seguir caminhos diferentes para Europa e países emergentes
Divulgação
Próximo Renault Duster terá versão de sete lugares e pode seguir caminhos diferentes para Europa e países emergentes

Temos novos utilitários esportivos compactos chegando ao mercado, como o Hyundai Creta , e modelos atuais passando por renovação, caso do Chevrolet Tracker e Ford EcoSport. E quanto ao Renault Duster ? O SUV francês ficou um pouco de lado agora que a marca irá focar no lançamento do Captur , crossover com pegada mais premium. Ainda assim, a marca francesa não o esqueceu e prepara a nova geração, que deve ser apresentada pela primeira vez na segunda metade de 2017.

LEIA MAIS:  Aceleramos a versão automática da picape Duster Oroch. Veja avaliação

De acordo com o site Just Auto , a próxima versão do Renault Duster , chamada internamento de Projeto HJD será mostrado apenas no final de 2017 – não duvide que esteja no Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro. Rumores anteriores falavam sobre a possibilidade da estreia acontecer agora em março, durante o Salão de Genebra (Suíça), mas a fonte escutada pelo Just Auto descartou a ideia.

LEIA MAIS: Confira5 SUV seminovos que custam até R$ 45 mil

A grande dúvida sobre o novo Duster é como será fabricado. Os primeiros rumores a respeito do SUV compacto falavam sobre manter a plataforma atual, chamada B0, por uma questão de custo, fazendo apenas algumas alterações para deixa-la mais resistente. A versão Dacia, que abastece o mercado europeu, seria feita com a base modular CMF. O plano é que o utilitário ganhe uma versão de sete lugares.

Idade aparente

Lançado no Brasil em 2011, o Duster está envelhecendo rapidamente. Sua única mudança de design aconteceu em 2015, quase dois anos depois da apresentação do utilitário renovado no Salão de Frankfurt (Alemanha). Recebeu importantes mudanças na grade frontal, para-choque e faróis, agora mais alinhados com a identidade visual da marca presente no Logan e Sandero .

LEIA MAIS:  Novo Duster vai ser lançado em 2017, diz chefão de design da Dacia

A notícia mais atual do Renault Duster no Brasil foi a mudança em sua mecânica. Na metade de 2016, o motor 2.0 16V passou a trabalhar com o sistema ESM, que usa a energia gerada nas frenagens para recarregar a bateria do carro. Em dezembro, o motor 1.6 foi substituído por um da família SCe, de 118 cv e 16 kgfm com etanol, equipado com duplo comando de válvulas variável na admissão e escape, para melhorar o torque em baixa rotação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.