Tamanho do texto

Perto do lançamento, Honda WR-V mostra o interior pela primeira vez. Veja as primeiras imagens do novo modelo por dentro e por fora

Feito com as mesma base e peças do Fit, o Honda WR-V chega às lojas ainda no primeiro trimestre.
Reprodução/Autoblog Uruguai
Feito com as mesma base e peças do Fit, o Honda WR-V chega às lojas ainda no primeiro trimestre.

Quando a Honda mostrou o WR-V no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro passado, fez muito mistério sobre o carro, apresentando apenas por fora. Agora pudemos ver o interior pela primeira vez, graças à equipe do Autoblog Uruguai, que recebeu um convite para conhecer o modelo pessoalmente. Para o Brasil, a marca japonesa prepara uma apresentação para o dia 31 de janeiro, chegando às concessionárias em março.

Com o código de chassi JZ500001, a primeira unidade do Honda WR-V foi levada até o Uruguai em testes. As fotos publicadas pelo Autoblog Uruguai  mostram que o interior, como esperado, será exatamente o mesmo do Fit – o novo modelo nada mais é do que uma alteração do hatchback. Está equipado com a central multimídia básica disponível na versão EX do Fit , a mesma utilizada também nas configurações básicas do novo Civic .

Do lado de dentro, o WR-V será idêntico ao Fit, tanto no design quanto nos equipamentos.
Reprodução/Autoblog Uruguai
Do lado de dentro, o WR-V será idêntico ao Fit, tanto no design quanto nos equipamentos.

De acordo com os uruguaios, o modelo exibido é a mais equipada, com faróis de neblina dianteiros, câmera de ré, airbags laterais e de cortina, volante de couro, a central multimídia com tela LCD de 5” e retrovisores com luzes de seta integradas. A configuração mais básica irá perder exatamente esses itens, adotando um rádio mais simples. Chegará ao mercado com duas versões.

SUV que não é SUV

O que muda no WR-V é o design, com novos para-choques, proteção plástica sobre as caixas de rodas e um novo ajuste de suspensão.
Reprodução/Autoblog Uruguai
O que muda no WR-V é o design, com novos para-choques, proteção plástica sobre as caixas de rodas e um novo ajuste de suspensão.

A Honda tentará convencer a todos que o WR-V é um SUV, focando seu material publicitário no tema – afinal, é o segmento que mais cresce no mundo. Os executivos da fabricante disseram aos uruguaios que o novo modelo irá competir tanto com os aventureiros, como Hyundai HB20X , Renault Sandero Stepway e Volkswagen CrossFox , quanto com os utilitários esportivos compactos com preços mais baixos, como o Renault Duster e, por enquanto, Ford EcoSport .

LEIA MAIS: Honda faz recall de 34,5 mil unidades de Accord, City, Civic e Fit

Como outros aventureiros, o WR-V aposta em detalhes de design para convencer que é um carro off-road. Temos plástico preto sobre as caixas de rodas e saias laterais, para-choques diferenciados com proteção (também de plástico). Não falaram sobre sua altura em relação ao solo, mas está confirmado que terá um novo ajuste de suspensão, a única mudança mecânica do WR-V em relação ao Fit .

A foto do motor confirma o que já esperávamos: o WR-V usará o mesmo motor 1.5 de 116 cv do Fit.
Reprodução/Autoblog Uruguai
A foto do motor confirma o que já esperávamos: o WR-V usará o mesmo motor 1.5 de 116 cv do Fit.

Um dos mistérios já caiu. Sob o capô estará o motor 1.498 cc i-VTEC usado no Fit. Com 16V e injeção multiponto, gera 116 cv a 6.000 rpm e 15,3 kgfm a 4.800 rpm. Para o Uruguai, será um leve retrocesso, já que eles recebem o Fit mexicano, que usa um 1.5 com injeção direta. Confirmaram também que terá transmissão manual de cinco marchas na configuração mais barata, e o câmbio CVT no topo de linha.

LEIA MAIS: 10 carros que vão mudar até o fim de 2017

Outra informação interessante obtida pelo Autoblog Uruguai é sobre a produção do Honda WR-V. O site afirma que a fábrica em Itirapina (SP) finalmente entrará em funcionamento para produzido o novo automóvel. O workshop do WR-V do próximo dia 31 será em Sumaré, o que indicaria a produção do aventureiro por lá, mas pode ser que façam uma surpresa, já que tanto Itirapina quanto Sumaré são capaz de produzir o modelo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.