Chevrolet Tracker Coupé que deverá ser fabricado na Argentina e vir ao Brasil poderá ter novos detalhes
Reprodução
Chevrolet Tracker Coupé que deverá ser fabricado na Argentina e vir ao Brasil poderá ter novos detalhes

A GM prepara dois grandes lançamentos para a região do Mercosul nos próximos dois anos. Um deles já foi anunciado pela fabricante: trata-se da nova geração da picape Montana, que será feita em São Caetano do Sul (SP) a partir do ano que vem. O outro deverá ser a versão com ares do cupê do Tracker, que pode ser feito na Rosário (Argentina), fruto de investimentos de US$ 500 milhões, no lugar do Cruze, prestes a sair de linha.

Pois bem, antes do lançamento do novo SUV , que deverá acontecer entre o segundo semestre de 2023 e o início de 2024, eis que o carro aparece sem disfarces primeiramente na China, fabricado pela joint-venture SAIC-GM , que desenvolveu em conjunto com a filial da marca no Brasil toda a família derivada do novo Onix , inclusive o atual Tracker .

As imagens mostram que o carro terá estilo arrojado com luzes diurnas de LED afilados, seguindo o estilo bem sucedido da Fiat Toro e com faróis embutidos no para-choque. A linha de cintura alta e o caimento na traseira, típica dos cupês são outros dois detalhes que chamam atenção no novo modelo.

No Mercosul é possível que o carro que aparece nas imagens feitas na China receba mudanças, assim como na versão que deverá ser vendida nos EUA para ser o SUV mais em conta da GM no mercado norte-americano, onde terá nome diferente do adotado em outras regiões.

A novidade é feita sobre a plataforma VSS-F, a mesma usada pelo Trailblazer global. Esta arquitetura é considerada uma versão mais refinada da GEM, usada por Onix , Onix Plus e Tracker .

Leia Também

Traseira do SUV da GM feito na China vem com lanternas traseiras de LED e em formato de cubo
Reprodução
Traseira do SUV da GM feito na China vem com lanternas traseiras de LED e em formato de cubo

De qualquer forma, a estutira do novo SUV será a mesma, com detalhes como para-brisa bem inclinado, ampla grade frontal, rodas de aro 17 com pintura de dois tons e acabamento diamantado, sendo as de aro 18 oferecidas como opcional e de série na versão RS , com maior apelo esportivo.Na traseira, as lanternas têm formato de cubo e o para-choque tem extratores de ar falsos

Pelas imagens, é possível notar, além do perfil em formato de gota, os vincos profundos nas laterais para dar uma ideia de maior robustez e esportividade ao SUV da GM que terá em torno de 4,30 metros de comprimento, um pouco maior que o Tracker convencional, que conta com 4,27 m por 1,79 m de largura e 1,63 m de altura.

Na parte mecânica, a GM não deverá fugir do que já está disponível hoje em dia para os modelos da plataforma GEM, o que significa que o Tracker cupê poderá vir com o 1.2 turbo e câmbio automático de seis marchas com tração apenas dianteira, ou ainda uma nova versão mais potente, de 1.3 litro de cilindrada, usado no Tracker chinês. Mais detalhes devem aparecer numa data mais próxima do lançamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários