Renault Sandero GT Line 2021: detalhes como as carcaças dos retrovisores pintadas de cinza e dos defletores de ar laterais são exclusivos
Divulgação
Renault Sandero GT Line 2021: detalhes como as carcaças dos retrovisores pintadas de cinza e dos defletores de ar laterais são exclusivos

Quem quer parecer que tem um esportivo em tempos de preços nas alturas tem na linha 2021 do Renault Sandero GT Line uma alternativa. Pelo menos no visual, o hatch tem algumas diferenças em relação às demais versões, como defletor de ar traseiro, aplique no para-choque traseiro, retrovisores na cor cinza, além de faróis de neblina e lanternas traseiras de lentes escurecidas.

Com preço sugerido de R$ 57.390 (rodas de liga leve de 16” e bancos exclusivos fazem parte de um pacote opcional de R$ 900) o Renault Sandero GT Line 2021 pode não ter o desempenho digno da sigla GT, mas apesar não ser tão acessível é o esportivado mais em conta hoje em dia e custa bem menos que os R$ 75.790 do Chevrolet Onix RS , os R$ R$ 73.900 do Hyundai HB20 Sport ou ainda os R$ 73.390 do Fiat Argo HGT .

Tudo bem que o Sandero GT Line 1.0 não tem o mesmo fôlego dos rivais acima, mas se a ideia é optar pela aparência sem gastar muito...Além disso, o carro vem com sistema multimídia com Android Auto e Apple Carplay, quatro airbags, ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros elétricos dianteiros e travas elétricas.

Por dentro, mesmo sem pretensão de acelerar como um esportivo de verdade, o GT Line conta com volante revestido de couro e os bancos de tecido podem vir bordados com a identidade visual da Renault Sport nos encostos de cabeça. Além disso, o painel de instrumento e as saídas de ar têm detalhes azuis.

Ao acelerar, o motor 1.0 SCe continua mostrando competência. Vem com variador de fase tanto na admissão quanto no escape, o que favorece o rendimento em uma faixa mais ampla de rotação. Além disso, tem duplo comando de válvulas e várias partes de alumínio, tornando-o leve e eficiente. Sobe de giro rápido, principalmente quando acionado o segundo estágio do acelerador.

Pisando fundo no pedal da direita, nota-se claramente que existe uma resistência no final do curso. Passando deste ponto, a economia deixa de ser a prioridade do sistema, abrindo espaço para o máximo de desempenho que o 1.0 de 82 cv consegue entregar até altos 6.300 rpm.

E trechos urbanos, o hatch compacto se sai bem, com agilidade suficiente para enfrentar com certa desenvoltura o trânsito do dia a dia. E na estrada o carro também é valente, mas é bom ter certa cautela nas ultrapassagens pelas limitações do motor de baixa cilindrada. Além disso, em quinta, a 120 km/h, o contagiros marca algo em torno de 4.000 rpm, o que é um pouco acima do ideal. Mesmo assim, não há incômodo por ruído ou vibração em exagero.


No final das contas, ao invés de ajudar no desempenho o kit aerodinâmico acaba ajudando um pouco na economia de combustível. Conforme os dados do Inmetro, o Sandero GT Line 1.0 pode fazer 9,5 km/l de etanol na cidade e 9,6 km/l na estrada, o que dá uma autonomia de 475 quilômetros. Se trocar para gasolina, são nada menos que 14,2 km/l na cidade e 14,1 km/l na estrada, ou 710 km, para esgotar o tanque de 50 litros.

Assim como outras versões do Sandero , o GT Line tem entre os destaques o bom espaço interno para cinco ocupantes e suas bagagens no porta-malas de 320 litros. Só senti falta do comando elétrico dos retrovisores, que precisam ser ajustados manualmente. De resto, a ergonomia agrada, até com ajuste do sistema de som na coluna de direção.

Conclusão

Não é à toa que a Renault resolver relançar a versão GT Line . O hatch com visual exclusivo se aproxima de um esportivo apenas na aparência, mas há quem se contente com isso por um preço razóavel e, agora, com os retoques no desenho, que inclui lanternas de LED e luzes diurnas dianteiras.

Preço: a partir de R$ 57.390

Você viu?

Motor: 1.0, três cilindros, flex

Potência: 82 cv a 6.300 rpm

Torque: 10,5 kgfm a 3.500 rpm

Transmissão: Manual, cinco marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira e traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 185/65 R15

Dimensões: 4,06 m (comprimento) / 1,73 m (largura) / 1,53 m (altura), 2,59 m (entre-eixos)

Tanque : 50 litros

Porta-malas: 320 litros

Consumo: 14,1 km/l (cidade) /14,2 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 13 segundos

Vel. Max: 163 km/h

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários