Ford Bronco Sport e Jeep Compass: alta qualidade e sofisticação em dois SUVs médios que acabam de chegar ao Brasil
Caue Lira/iG
Ford Bronco Sport e Jeep Compass: alta qualidade e sofisticação em dois SUVs médios que acabam de chegar ao Brasil


Os dias de sossego do Jeep Compass acabaram. A chegada de novos (e fortes) rivais no segmento de SUVs médios vai levar a alguns embates. E um dos mais quentes é contra o novo Ford Bronco Sport, que desembarca no Brasil, vindo do México, apenas na versão topo de linha Wildtrack, cheia de disposição e equipamentos, mas que esbarra na questão do preço.

De um lado temos o Jeep Compass S T270 2022 (R$ 194.244), com o novo motor 1.3 turboflex, fabricado no Brasil. Do outro, o Ford Bronco Sport Wildtrack (R$ 256.900), com o EcoBoost 2.0, movido apenas a gasolina. Sim, entre os dois há uma diferença de R$ 62.656,mas ambos têm o mesmo porte e nível compatível de equipamentos. O que mais contribui para um delta tão grande é a alta cotação do dólar.

Por isso que é que o Ford acaba concorrendo até com SUVs de luxo, como Land Rover Sport S 2.0 Si4( R$ 287.131), ou Volvo XC40 Inscription T4 2.0 (R$ 242.326). Mas como o líder do segmento é o Jeep Compass, que acaba de receber novo motor turboflex e várias outras novidades, resolvemos colocá-lo ao lado do novo Bronco Sport, que mostrou ter muitas qualidades e boa dose de valentia ao enfrentar trechos de terra.

Mas será que isso é suficiente para justificar os mais de R$ 60 mil de diferença em relação ao Compas 1.3 turboflex mais bem equipado? A resposta é não. Não faltam qualidades para o Ford Bronco Sport, que me surpreendeu desde que liguei o botão de partida e ainda mais quando vi pista livre pela frente para acelerar.

Mas, mesmo assim, a Jeep não bobeou e tratou de adotar várias melhorias que são suficientes para chegar em um nível que já é o suficiente até para os mais exigentes dos compradores de SUVs médios da faixa de preço em torno dos R$ 200 mil.

Já começa pelos faróis e lanternas que funcionam apenas com LED e pela tampa traseira, que pode ser aberta ou fechada por sensores, bastando passar o pé debaixo do para-choque, o que facilita a vida de quem chega com as mãos ocupadas com bagagem, algo que o Ford, apesar de mais caro, não tem.

Por dentro, as mudanças no Compass são mais evidentes do que por fora e incluem nova central multimídia com tela de até 10,1 polegadas, cluster 100% digital e configurável de alta resolução, novos porta-objetos (juntos chegam a 30 litros de capacidade), carregador de celular por indução, novo volante, entre outros itens, como os novos tipos de entradas USB (A e C).

Ford Bronco Sport 2021 é bem espaçoso e vem com sistema de som de alta fidelidade entre os itens de série
Divulgação
Ford Bronco Sport 2021 é bem espaçoso e vem com sistema de som de alta fidelidade entre os itens de série

Na parte de dispositivos de segurança, o novo Compass S T270 turboflex pode vir com detector de fadiga, detector ativo de faixa (chega a mover o volante para manter o carro na trajetória ideal), reconhecimento de placas de trânsito e novos radares capazes de detectar pedestes, ciclistas e motociclistas e ajudarem no sistema de frenagem de emergência. Por sua vez, o Bronco Sport 2.0 turbo contra-ataca com mais fôlego no conjunto mecânico e um sofisticado sistema de tração integral.

São nada menos que 240 cv e nada desprezíveis 38 kgfm de torque a 3.000 rpm, ante 185 cv e 27,5 kgfm a 1.750 rpm do Jeep , quando abastecido com apenas etanol no tanque . Na prática, o Bronco Sport se mostra bem mais disposto a enfrentar, principalmente, trechos de terra , ou pista de asfalto em linha reta, uma vez que o centro de gravidade mais alto (1,82 metro de altura ante 1,60 m do Compass) e o peso maior (1.718 kg contra 1.589 kg) acabam atrapalhando nas curvas.

Não há como negar que o fôlego do Ford impressiona, bem como a eficiência do sistema 4x4 , alterando a entrega da curva de torque do motor, o comportamento da transmissão e o acerto da direção elétrica de acordo com a situação. O Bronco Sport tem capacidade para enfrentar terrenos arenosos , enlameados e escorregadios com facilidade. Entre os destaques do Ford também há recursos como o controle de cruzeiro adaptativo ("piloto automático').

Jeep Compass S 2022 passou a ter interior completamente renovado, o que inclui a central multimídia em tela de 10,1
Divulgação
Jeep Compass S 2022 passou a ter interior completamente renovado, o que inclui a central multimídia em tela de 10,1 "

Mas, como diz o dito popular, "cavalo anda, cavalo bebe". Se o Bronco Sport 2.0 tem melhor desempenho que o Compass 1.3 turbo flex, acelerando de 0 a 100 km/h em apenas 8 segundos, ante 9,4 s do Jeep, acaba consumindo mais gasolina , conforme os dados do Inmetro, mesmo com câmbio de 8 marchas , ante as 6 do rival: 8,3 km/l na cidade e 10,1 km/l na cidade, contra 10,2 km/l e 11,7 km/l do Jeep, respectivamente.

Na questão do espaço interno, porém, o Bronco Sport supera o Compass, acomodando com mais folga cinco ocupantes e suas respectivas bagagens com entre-eixos de de 2,67 m, ante 2,63 m de Jeep, porta-malas de 482 litros (ante 410 l do Compass,), mais altura até o teto e uma série de soluções práticas e interessantes, como a mesa dobrável e retrátil que pode ser usada na área de carga, bem como tomadas de energia e até um abridor de garrafas embutido na coluna traseira do lado direito, acessível ao abrir a tampa traseira.

Conclusão

Não resta dúvida de que o Ford Bronco Sport é um belo SUV médio, com conjunto mecânico poderoso, valente nos trechos de terra e confortável para levar cinco ocupantes.

Mas custa bem mais caro que o Jeep Compass , que se mostra mais equilibrado em vários aspectos, ainda mais depois que recebeu uma série de melhorias, o que inclui o eficiente motor 1.3 turboflex e até sistema de direção semiautônoma.

Ficha técnica 
Ford Bronco Sport Wildtrak 2021

Preço: R$ 256.900

Motor: 2.0, turbo

Potência: 240 cv a 5.500 rpm

Você viu?

Torque: 38 kgfm a 3.000 rpm

Transmissão: automática, oito marchas, tração integral
Suspensão: independente (dianteira), independente com barra estabilizadora (traseira)

Freios: discos ventilados (dianteira e traseira)

Dimensões: 4,38 m (comprimento), 1,93 m (largura), 1,77 m (altura), 2,67 (entre-eixos)

Porta-malas: 580 litros

0 a 100 km/h: 8 segundos

Jeep Compass S T270 turboflex

Preço: a partir de R$ 194.244

Motor: 1.3.0, quatro cilindros, turboflex

Potência: 185 cv (E) e 180 cv (G) a 5.750 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.750 rpm

Transmissão: Automático, 6 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 235/45 R19

Dimensões: 4,42 m (comprimento) / 1,82 m (largura) / 1,64 m (altura), 2,64 m (entre-eixos)

Tanque: 60 litros

Consumo: 10,2 km/l (cidade) /11,7 km/l (estrada) com gasolina e 7,2 km/l e 8,3 km/l com etanol, respectivamente

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários