Fiat Argo Drive S-Design 1.3: em time que está ganhando (quase) não se mexe

Versão muda pouco na linha 2022, mas continua sendo a versão mais interessante do hatch compacto

Fiat Argo Drive 1.3: pacote com detalhes pintados na cor bronze  para aumentar o apelo do atual líder de vendas no Brasil
Foto: Carlos Guimarães/iG
Fiat Argo Drive 1.3: pacote com detalhes pintados na cor bronze para aumentar o apelo do atual líder de vendas no Brasil


Agora líder de vendas, o Fiat Argo tem na versão Drive S-Design 1.3 com câmbio manual a mais interessante da linha 2022, que recebe poucas mudanças. A principal delas fica por conta do pacote que vem com detalhes externos na cor bronze , como os logotipos e a moldura inferior do para-choque.

Os novos enfeites da versão intermediária do Fiat Argo 2022 também incluem volante revestido de couro, bancos com tecido exclusivo e acabamento bronze no painel e console. Não há como negar que deixou o carro mais estiloso.

Mas é bom lembrar que o preço sugerido dessa versão parte de R$ 80.451. É R$ 5.764 a mais do que  Chevrolet Onix LTZ 1.0 Turbo da linha 2022 (R$ 74.690) e quase R$ 2 mil a mais que o novo Hyundai HB20 Platinum 1.0 Turbo com câmbio manual (R$ 78.290). Porém, os dois fortes rivais não são tão fáceis de serem encontrados nas lojas por uma questão de oferta e demanda.

Enquanto isso não se resolve, o Argo segue como o carro mais vendido do Brasil, com 60.507 unidades entre janeiro e agosto, conforme os dados da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), ante 59.999 do HB20 e 43.304 do Onix , que caiu para sexto lugar com os problemas na produção.

Com visual mais caprichado na linha 2022, o Fiat Argo 1.3 com câmbio manual mostra no dia a dia certa eficiência, com destaque pelo motor 1.3 Fire Fly , com variador de fase no comando de vávulas tanto na admissão quanto no escape e boa dose de fôlego para a cilindrada. São 109 cv e 14,2 kgfm a 3.500 rpm.

Foto: Divulgação
No interior também aparecem partes bronzeadas e o ar-condicionado é digital com regulagem de meio em meio grau

São números suficientes para garantir agilidade razoável com alguma economia de combustível , mas faltou uma marcha a mais no câmbio manual de cinco velocidades que também poderia ter engates mais precisos. De qualquer forma, o Argo 1.3 fica um pouco atrás dos rivais na relação entre peso e potência , com 10,5 kg/cv, ante 9,3 kg/cv do GM e 9,1 kg/cv do Hyundai, o que influi no desempenho e consumo.

O bom do Fiat é que com os 300 cc a mais de cilindrada, apenas duas válvulas por cilindro e aspirado(e não turbo como o Onix e o HB20), é possível manter o motor sempre em níveis bem baixos de rotação sem precisar fazer reduções de marcha, ou seja, há mais elasticidade .

Conforme o Inmetro, o Argo 1.3 manual é capaz de fazer bons 8,9 km/l de etanol na cidade e 10,4 km/l na estrada, o que é compatível os dados da Hyundai, mas pior que o Onix 1.0 Turbo , campeão de eficiência no segmento.

Apesar do estilo arrojado, também faltou ao Argo 1.3 S-Design um interior com porta-objetos mais espaçosos e uma central multimídia que siga o mesmo novo padrão adotado em outros modelos da Stellantis , com tela de melhor resolução e internet nativa a bordo.

O porta-malas tem consideráveis 300 litros e a distância entre-eixos de 2,52 m é compatível com a dos dois principais concorrentes (2,55 m do Onix e 2,53 m do HB20).

Embora tenha um bom pacote de itens de série, senti falta no Argo Drive 1.3 S-Design alguns itens com regulagem de profundidade o volante, acendimento automático dos faróis, banco traseiro com encosto bipartido e airbags laterais. Na lista de equipamentos, entre os destaques, há ar-condicionado com regulagem digital, de meio em meio grau e monitorador de pressão dos pneus.

Conclusão

Na linha 2022, o Fiat Argo Drive 1.3 S-Design ficou mais estiloso, mas precisaria mudar mais para enfrentar os fortes rivais e se sustentar na liderança de vendas no ranking geral. Tem o motor como destaque do conjunto mecânico, com boa elasticidade no dia a dia.

Com a chegada do SUV Pulse , até o início de outubro próximo, o Argo deverá perder apelo, já que o novo modelo chegará com novidades interessantes, entre as quais uma central multimídia mais moderna e o novo motor 1.0 turboflex.

Ficha Técnica - Fiat Argo Drive 1.3 S-Design

Preço: a partir de R$ 80.451

Motor:  1.3, quatro cilindros, flex

Potência:  109 cv (E) / 101 cv (G) a 6.250 rpm

Torque:  14,2 kgfm (E) / 13,7 kgfm (G) a 3.500 rpm

Transmissão:  manual, cinco marchas , tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / Eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / tambores (traseiros)

Pneus: 175/65 R14

Dimensões: 3,99 m (comprimento) / 1,72 m (largura) / 1,50 m (altura), 2,52 m (entre-eixos)

Tanque: 48 litros

Porta-malas: 300 litros 

Consumo etanol: 8,9 km/l (cidade) / 10,4 km/l (estrada)

Consumo gasolina: 12,5 km/l (cidade) / 14,7 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 10,8 segundos 

Velocidade máxima: 184 km/h