Renault Zoe Fiat 500e: dois compactos elétricos em um país com pouca infraestrutura e incentivos fiscais à eletrificação
Cauê Lira
Renault Zoe Fiat 500e: dois compactos elétricos em um país com pouca infraestrutura e incentivos fiscais à eletrificação

Aos poucos vão chegando mais opções de carros elétricos no Brasil, que ainda está bem atrasado quando o assunto é eletrificação. De qualquer forma, neste primeiro comparativo entre Fiat 500e (R$ 239.900) e Renault Zoe (R$ 206.070), ficou claro que aquela história de que esse tipo de carro não tem graça ficou no passado.

Com poucos pontos de recarga , mesmo em São Paulo, rodamos com ambos apenas na cidade, com boa agilidade, silêncio, sem nenhuma vibração e, o melhor de tudo, passando direto na frente dos postos de gasolina , combustível cujo preço do litro já superou a marca dos R$ 7 em várias regiões do Brasil.

É uma pena que ainda não existam incentivos fiscais e boa infraestrutura para que os carros elétricos realmente tomem as ruas do país. Depois que você dirige um deles acaba sentindo falta da força total disponível ao tocar no acelerador, da agilidade, do silêncio a bordo, entre outras vantagens.

Aliás, outro recurso interessante em ambos é o chamado e-pedal , que permite dirigir sem pisar no freio, já que ao aliviar a pressão no pedal da direita o carro reduz a velocidade e aumenta o nível de reciclagem de energia para recarregar as baterias.

No Fiat 500e esse efeito é sentido com mais clareza, segurando mais o carro ao aliviar a pressão no acelerador, mas o modelo da marca italiana mostrou ter menos autonomia (320 ante 385 km do Zoe), o que é um agravante, principalmente no Brasil, onde não é fácil encontrar um carregador de baterias, a menos que se tenha um na sua garagem. O oferecido pela fabricante pode fazer uma recarga completa em 6 horas.

Passando para o Renault Zoe , há mais força que no rival (25 ante 22,4 kgfm), o que é sentido logo de cara, mas a relação entre peso e torque é um pouco mais favorável ao Fiat (57,6 kg/kgfm ante 60 kg/kgfm). Isso se traduz no desempenho, ligeiramente melhor no 500e , que acelera de 0 a 100 km/h em 9 segundos ante 9,5 s do Zoe, com máxima de 150 km/h no Fiat e 140 km/h do Renault.

Renault Zoe: interior mais espaçoso que o do 500e tem acabamento de bom gosto, mas de aspecto um pouco mais simples
Divulgação
Renault Zoe: interior mais espaçoso que o do 500e tem acabamento de bom gosto, mas de aspecto um pouco mais simples

Pelas ruas (na maioria das vezes) esburacadas de São Paulo, com obstáculos como valetas e lombadas pelo caminho, o Renault Zoe mostrou mais habilidade em andar sem raspar a parte de baixo do para-choque dianteiro por ter um pouco mais de distância livre do solo . No Fiat 500e vale ter uma cautela extra nesse aspecto.

Levando em conta o quesito consumo, apesar de ter menor autonomia, o Fiat tem consumo menor, conforme dados das fabricantes. Gasta 14 kwh a cada 100 km, ante 20 kwh do rival da Renault , que por sua vez tem baterias com maior capacidade, de 52kwh, ante 42 kwh do concorrente.

No dia a dia, porém, a diferença de desempenho entre os dois é pequena. O que se sente mais é a questão da autonomia, melhor no Renault . Além disso, o Zoe é mais espaçoso para levar mais do que dois ocupantes. São 2,58 metros de entreeixos, ante apertados 2,32 m do 500e, cujo porta-malas leva apenas 185 litros, ante bem mais razoáveis 332 litros do Renault, cujo interior não é tão sofisticado quanto do Fiat , mas traz o essencial do conforto.

Fiat 500 elétrico é estiloso por dentro e por fora, mas a tela da sistema multimídia reúne informações demais
Divulgação
Fiat 500 elétrico é estiloso por dentro e por fora, mas a tela da sistema multimídia reúne informações demais

O 500e trazido ao Brasil é o topo de linha Icon, com vários equipamentos, como teto solar panorâmico , controlador de velocidade adaptativo ("piloto automático"), internet a bordo, leitor de placas e sinalização, entre outros. Mas isso acaba deixando o carro mais caro e nem sempre são indispensáveis. Além disso, a tela do Fiat, embora seja de alta resolução, reúne muitas informações, o que torna fácil de confundí-las.

Os dois elétricos são estilosos e modernos, mas o 500e consegue ir um pouco além com o charme dos detalhes nostálgicos do Cinquecento original dos anos 50. Isso é notado pelos faróis ovalados e pelo interior com parte do painel pintado da cor da carroceria. No Renault, o volante é o mesmo encontrado no Duster , ou no Captur , mas funciona com eficiência.

Afora a tela do multimídia um pouco confusa, a ergonomia do Fiat tem entre as vantagem as teclas no console centra l para mudar o modo de condução, ou do para aumentar ou reduzir o volume com som com bastante facilidade. E por falar em som, os dois têm sistemas caprichados, de alta-fidelidade , além de compatibilidade com Apple Car Play e Android Auto, bem como entrada USB convencional, caso seja necessário.

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Leia Também

Conclusão

Se a ideia e ter um carro elétrico eficiente para uso urbano nos pareceu que não vale muito a pena pagar a diferença de R$ 33 mil a mais que custa o modelo da Fiat 500e na comparação com o Renault Zoe , apenas se você realmente fizer questão do estilo mais charmoso do 500e e dos itens sofisticados que o carro traz de série.

Neste caso, saiba que a questão do espaço também deve ser considerada. Atrás, vão bem apenas crianças ou pessoas com baixa estatura. Além disso, o porta-malas do Fiat é suficiente apenas para levar mochilas e objetos pequenos.  

Ficha Técnica

Fiat 500e Icon

Preço: a partir de R$ 239.990
Motor: elétrico, tração dianteira
Potência: 118 cv
Torque: 22,4 kgfm
Transmissão: automática
Freios: discos ventilados (dianteira), tambor (traseira)
Suspensão: McPherson (dianteira), eixo de torção (traseira)
Dimensões: 3,63 m de comprimento, 1,68 m de largura, 1,53 m de altura e 2,32 m de entre-eixos
Porta-malas: 185 litros
Vel. Máx: 150 km/h

0 a 100 km/h: 9 s


Renault Zoe

Preço: a partir de R$ 206.070
Motor: elétrico, tração dianteira
Potência: 135 cv
Torque: 25 kgfm
Transmissão: automática
Freios: discos ventilados (dianteira), disco sólido (traseira)
Suspensão: McPherson (dianteira), eixo de torção (traseira)
Dimensões: 4,09 m de comprimento, 1,79 m de largura, 1,56 m de altura e 2,59 m de entre-eixos
Porta-malas: 338 litros
Vel. Máx: 140 km/h
0 a 100 km/h: 9,5 segundos


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários