Fiat Pulse e JAC T40: rivais, mas com várias diferenças, afora o visual parrudo, que é bem valorizado hoje em dia
Guilherme Menezes
Fiat Pulse e JAC T40: rivais, mas com várias diferenças, afora o visual parrudo, que é bem valorizado hoje em dia

Todos querem ser SUVs, segmento que já representa quase metade das vendas hoje em dia. Então, ter um aspecto robusto e uma boa distância livre do solo virou pré-requisito para vender bem. Não é à toa que a Fiat lançou o Pulse e a JAC continua apostando no T40 Plus, rivais que ficam lado a lado para medir forças neste comparativo

O Fiat Pulse é a grande novidade da marca em 2021. O carro chega com vários atrativos, principalmente na versão topo de linha Impetus (R$ 119.690), que vem com novo motor 1.0 turbo , câmbio automático CVT, nova central multimídia com acesso à internet e tela de 8,4 polegadas, controles eletrônicos de tração e estabilidade, carregador de celular por indução, entre outros.

Por sua vez, o JAC T40 Plus (R$ 111.990) é um dos rivais do modelo da marca italiana, mas não o principal, que é o VW Nivus . Acontece que a marca alemã ainda não tinha disponível o carro na frota de imprensa para o comparativo , que vai acontecer apenas em janeiro de 2022. Então, o modelo chinês foi convocado para esta briga.

Vem com motor 1.6 a gasolina , que funciona com câmbio CVT e uma lista recheada de equipamentos, entre os quais chama atenção o sistema Stop/Start, que ajuda a economizar combustível quando o carro estiver parado, desligando o motor, tornando a ligá-lo assim que o pedal de freio deixa de ser acionado. Embora o concorrente da Fiat seja mais sofisticado no cômputo geral, não vem com esse item.

E fez falta, viu? Sim, o Fiat Pulse Impetus é um pouco mais ágil que o JAC T40 Plus nas acelerações, por conta da maior dose de força em rotações mais baixas (20,4 kgfm a 1.700 rpm ante 17,1 kgfm a 4000 rpm), mas, em contrapartida, poderia ser mais econômico. Os dois contam com câmbio CVT , que prioriza a suavidade de funcionamento, sem trancos entre as trocas, portanto, nenhum dos dois tem pretensões esportivas.

Com um conjunto mais eficiente, porém, o Pulse 1.0 turbo consegue ser mais rápido que o rival T40 Plus , pelos dados das fabricantes. Faz de 0 a 100 km/h em 9,4 segudos ante 11,1 s do rival chinês, que fica praticamente empatado no quesito velocidade máxima (189 km/h ante 190 km/h do Fiat). No dia a dia, não apenas o desempenho do modelo da marca italiana é melhor quanto a posição de dirigir, mais alta que o ideal no JAC.

Com generosos 19,6 cm de vão livre do solo (18 cm no T40), o sistema de controle de establidade do Pulse entra em ação com facilidade nas curvas, até as de esquina, se vc entrar um pouco mais quente. Em compensação, pode passar pelas lombadas sem se preocupar, assim como em valetas e rampas. O que não gostei muito foi o tal do capô alto do Fiat, que acaba atrapalhando na hora de estacionar, já que fica difícil visualizar as marcações no piso.

No JAC T40 Plus a visibilidade é melhor neste aspecto e ambos contam com sensores nos para-choques e câmera de ré para ajudar nas manobras. Mas a central multimídia do Pulse é bem mais moderna. O troco do SUV chinês fica por conta do acabamento, que achei um pouco mais caprichado que o do Fiat, que se mostra mais arrojado no design, apenas.

Pelo menos num primeiro momento, os vários comandos do Pulse reunidos de um lado só, no console central, acaba confundindo um pouco o motorista. Além disso, não me pareceu muito prático incluir os controles do ar-condicionado na central multimídia . De qualquer forma, isso é um ponto que pode ser revisto mais adiante.

O espaço interno de ambos não é muito animador. Tanto no Pulse quanto no T40 Plus quem vai sentado no banco traseiro, dependendo da estatura, pode se sentir apertado. O Fiat tem razoáveis 2,53 metros de entre-eixos, ante 2,49 m do JAC. E no porta-malas do Pulse vão 370 litros, ante um pouco mais espaçosos 450 litros do rival da marca chinesa.

De acordo com os dados do Inmetro, o Fiat Pulse é mais econômico que o concorrente. Faz 12 km/l de gasolina na cidade e 14,6 km/l na estrada, contra 11,6 km/l e 12,1 km/l do JAC T40 Plus , respectivamente. O tanque do chinês é pequeno (42 litros, ante 47 do Fiat), o que prejudica a autonomia na estrada (508 km, contra 686 do Pulse).

Conclusão

Não foi dessa vez que o Fiat Pulse enfretou seu principal rival, o VW Nivus . Contra o JAC T40 , acabou vencendo com alguma folga, mas mostrou que não terá quanta facilidade nos próximos comparativos. De qualquer forma, é um carro moderno e bem equipado, pronto para desafiar os vários concorrentes que estão por vir.

Ficha técnica

Leia Também

Leia Também

Fiat Pulse Impetus (R$ 119.690)
Motor: 1.0, turboflex
Potência: 130 cv a 5.750 rpm
Torque: 20 kgfm a 1.700 rpm
Transmissão: CVT, simulando 7 marchas

Freios: discos ventilados (dianteira), discos sólidos (traseira)
Dimensões: 4,10 m de comprimento, 1,58 m de altura, 1,78 m de largura e 2,53 m de entre-eixos
Porta-malas: 370 litros

Consumo: 12 km/l na cidade e 14.6 km/l na estrada

JAC T40 Plus 1.6 CVT (R$ 111.990)

Motor: 1.6, quatro cilindros, gasolina

Potência: 138 cv a 4.000 rpm

Torque: 17,1 kgfm a 4.00 rpm

Transmissão: CVT, simulando seis marchas

Freios: disco ventilados (dianteira), disco sólido (traseira)

Porta-malas: 450 litros

Dimensões: 4,13 m (comprimento) 1,75 (largura), 1,56 (altura) 2,49 (entre-eixos)

Consumo: 11,6 km/l (cidade), 12,1 km/l (estrada)


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários