Carregador instalado pela Tupinambá Energia para modelos eletrificados, cujas vendas seguem em alta
Divulgação
Carregador instalado pela Tupinambá Energia para modelos eletrificados, cujas vendas seguem em alta

Os carros elétricos vão se tornando tendência no mundo todo. No Brasil, apesar de não serem acessíveis para a maior parte de população, vem conquistando seu espaço no mercado.


Uma pesquisa da empresa de consultoria McKinsey & Company concluiu que 48% dos brasileiros pretendem ter veículos elétricos , e 10% terão um carro elétrico algum dia.

Essa pesquisa é reforçada pelo crescimento da venda de veículos elétricos, que segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) pode chegar às 100 mil unidades em circulação ainda este ano, e no primeiro quadrimestre de 2022, foram vendidos 12.967 carros elétricos , 78% a mais que no mesmo período do ano passado.

Essa nova demanda, que tende a se tornar ainda maior ao longo dos anos, necessita de infraestrutura própria, já que os postos de combustíveis não possuem estações de recargas e as estações públicas podem estar ocupadas, ou até mesmo desligadas.

Então, uma das formas mais certeiras de recarregar um veículo elétrico é onde ele fica mais tempo parado, ou seja, na garagem, seja ela residencial ou de prédios corporativos.

Entendendo e se adaptando às demandas do mercado, a Gessele Empreendimentos, construtora de imóveis luxuosos sediada em Itapema (SC) já terá estrutura voltada para carros elétricos em seus novos empreendimentos.

Porsche Taycan em um dos novos empreendimentos imobiliários que estão sendo inaugurados
Divulgação
Porsche Taycan em um dos novos empreendimentos imobiliários que estão sendo inaugurados

Todos os apartamentos do empreendimento imobiliário terão suas vagas de estacionamento preparadas para receber os carregadores . “O diferencial é que cada morador receberá a estrutura pronta para apenas adaptar ao seu modelo de carro. Assim, terá a comodidade de carregar o seu veículo sem sair de casa”, segundo Ivan Oliveira, engenheiro civil da construtora.

Ao oferecer toda a estrutura necessária para a recarga, a construtora gera mais conforto para os condôminos, que não terão que lidar com obras, reformas, emissão de laudos e certificações que permitam instalar carregadores, além de eventuais discussões sobre o pagamento da energia.

Apesar do custo de aquisição de um veículo eletrificado ser elevado em comparação à um equivalente movido a combustão, esses carros são considerados o futuro do setor automotivo , pela manutenção mais em conta e por sua utilização ser menos poluente que os tradicionais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários