Utilitário brasileiro será produzido em Resende (RJ) e tem apresentação marcada para 3 de maio

Nissan Kicks
Divulgação
Nissan Kicks

Falta muito pouco para a Nissan  revelar o Kicks , o SUV desenvolvido pela equipe brasileira da marca. A estreia oficial está marcada para o dia 3 de maio, quando a Tocha Olímpica irá terminar sua maratona pelo Brasil e dar início aos Jogos Olímpicos . Enquanto isso, a fabricante mostra uma nova imagem do utilitário, em sua versão de produção.

Quando o Kicks  chegar ao Brasil, vai perder alguns aspectos em relação ao protótipo apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2014. Por exemplo, saem os detalhes em laranja na lateral da grade e os faróis ganham um desenho mais realista. Curiosamente, o teto laranja continua, mas é provável que seja apenas para indicar uma edição especial para comemorar os Jogos Olímpicos, da mesma maneira que o compacto March Rio .

Para ter o Kicks a tempo dos Jogos Olímpicos, a Nissan teve que se desdobrar. Não tinha como a fábrica em Resende (RJ) começa a produção, então se viram obrigados a pedir ajuda para a matriz, que mandou o México fabricar as primeiras unidades até que a produção brasileira comece.

Tem muito de March e Versa no Kicks . A sua base é a mesma, a chamada Plataforma V, assim como o motor 1.6 flex. No hatch e no sedã, ele produz 111 cv e 15,1 kgfm de torque. Quando chegar, o SUV já vai contar com o novo câmbio CVT, que aos seus irmãos em junho. Também vai usar a central multimídia Multi-App encontrada nos carros de entrada da Nissan , com 13 aplicativos, incluindo o navegador Waze, o serviço de streaming musical Spotify e até mesmo suporte ao comunicador Skype. Preços ainda não foram divulgados, mas devem ficar na casa dos R$ 60 mil, para competir com Ford EcoSport e Renault Duster .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.