Com LED e assistente de partida em rampa, Renault Sandero e Logan mudam para mercado europeu. Brasil terá novos motores 1.0 e 1.6

Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.
divulgação/Renault
Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.

A Renault divulga as primeiras imagens oficiais dos Renault Sandero e Logan com o design renovado. Os modelos passam por sua mudança de visual de meia-vida, para continuar nas lojas até a chegada da nova geração. Se a marca resolver não usar as novidades da linha europeia, deve pelo menos usar como base para a reestilização das versões brasileiras. Em novembro, a filial brasileira irá revelar os novos motores 1.0 e 1.6 para a dupla.

LEIA MAIS: Renault terá Kwid, Koleos e Captur no Salão do Automóvel 2016

Basta uma olhada para perceber que o design será unificado em todos os modelos, acabando com as diferenças entre Renault Sandero e Logan nas entradas de ar. O para-choque dianteiro tem novo desenho, remetendo ao Duster , pela grade horizontal (abandonando o formato colmeia do atual). A grade frontal tem hastes mais grossas, elemento visto no SUV grande Koleos , embora não seja cromado.

Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.
divulgação/Renault
Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.

O que salta à vista é a nova assinatura em LED, no formato de C já utilizado em outros carros da marca na Europa. Embora não tenha mostrado fotos em outros ângulos, a Renault promete que a traseira terá o mesmo tratamento que a frente. Quem mudou mais foi o Sandero Stepway , perdendo as placas de plástico preto que ficavam sobre os faróis de neblina. Na unidade retratada na foto, os espelhos laterais não tem mais pintura em duas cores.

LEIA MAIS: Renault Clio argentino deixa de ser produzido após 16 anos

Aproveitaram para dar um tapa no interior, trocando o acabamento e colocando detalhes cromados.  O volante é um pouco menor, com comandos melhores para ajustar o controle de cruzeiro. Mais equipado, virá de série com vidros elétricos e terá, como opcionais, assistente de partida em rampa, câmera de ré com sensor de estacionamento e a central multimídia Medianav Evolution, uma versão atualizada do sistema atual.

Novos motores no Brasil

Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.
divulgação/Renault
Na Europa, a dupla Renault Sandero e Logan ficaram mais equipadas, com assinatura em LED e assistente de partida em rampas.

Enquanto a marca não confirma que os modelos brasileiros de Renault Sandero e Logan terão o novo design, pode ter certeza que teremos novidades. No Salão do Automóvel, entre os dias 10 e 20 de novembro, a fabricante irá mostrar os novos motores 1.0 e 1.6 que irão equipar toda sua linha a partir de 2017, começando com o 1.0 que estará sob o capô do Kwid , o novo compacto que aposenta o Clio.

LEIA MAIS: Renault Kwid decepciona e tira nota baixa em crash-test

O 1.0, de três cilindros e 12 válvulas, estreia no Kwid em uma versão de 75 cv. Esse motor é completamente novo, desenvolvido pela própria Renault, e será usado também nos Renault Sandero e Logan de entrada. O outro motor é o 1.6 de 16 válvulas, aposentando o atual de 8 válvulas. Gera 111 cv e é o mesmo já utilizado nos Nissan March e Versa . Será usado nas versões mais caras de Sandero e Logan, e nas configurações básicas de Duster e Oroch .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.