Tamanho do texto

Supercarro poderá ser arrematado pelo equivalente a cerca de R$ 1 milhão, de acordo com estimativas. Saiba mais detalhes

Ferrari F430 que pertenceu ao atual Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, será leiloada em abril próximo
Divulgação
Ferrari F430 que pertenceu ao atual Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, será leiloada em abril próximo

Agora que Donald Trump é o Presidente dos Estados Unidos todos os seus pertences que vierem a ser vendidos acabam ganhando valor e chamando atenção. Dessa vez estamos falando de uma reluzente Ferrari F430, de 2007, ano em que o próprio Trump comprou o supercarro, como pode ser provado pela imagem do documento que aparece abaixo. Mas ele não ligou muito para o cupê vermelho, já que rodou apenas 3.862 quilômetros até 2011, quando abandonou de vez o belo modelo da marca italiana.

LEIA MAIS: Ferrari faz 70 anos com  séries limitadas de cinco modelos. Veja detalhes

Documento comprova que a Ferrari F430 que vai a leilão já foi de Donald Trump
Divulgação
Documento comprova que a Ferrari F430 que vai a leilão já foi de Donald Trump

Então a Ferrari ganhou um segundo dono, que caprichou no cuidado com o carro. Manteve impecável o estado da pintura e o interior com bancos beges, estilo Daytona. A conservação é surpreendente para um superesportivo que está prestes a completar 10 anos e ainda não chegou nos 10 mil quilômetros rodados. Isso tudo também deverá contribuir com a valorização do modelo, de acordo com a empresa que vai organizar o leilão, o Auctions America.

Estima-se que a F430 que já foi de Trump deverá ser arrematada entre US$ 250 mil e US$ 350 mil, o que significa que existem boas chances de superar o equivalente a R$ 1 milhão. O que vai ajudar a chegar a isso também é o fato que trata-se do primeiro supercarro comprado por um Presidente dos Estados Unidos. Além disso, todos os manuais, certificados e documentos estão incluídos no preço.

Como é a Ferrari F430

Ferrari F430
Divulgação
Ferrari F430

Produzida entre 2004 e 2009, a F430 entrou no lugar da 360 Modena com algumas vantagens. A primeira delas é que foi o primeiro superesportivo da Ferrari vendida ao público com o seletor no volante que muda uma série de ajustes do carro, mais ou menos como acontece nos carros de Fórmula 1. Bom também é que tanto a estrutura quanto a carroceria passaram a contar com maior volume de fibra de carbono.

LEIA MAIS: Ferrari convoca Vettel para mostrar como se pilota um supercarro. Veja vídeo

Mas entre os principais destaques está o motor V8 de 490 cavalos e 47,4 kgfm de torque a 5.250 rpm. Entre outras características, vem com novos materiais e sistema de admissão com dutos e válvulas de dimensões parecidas com as usadas nos modelos de competição, além de comandos de válvulas com variadores de fase e sistema hidráulico de alta pressão. Com isso, o rendimento da Ferrari é surpreedente. De acordo com a fabricante, a aceleração de 0 a 100 km/h ee feita em apenas 4 segundos com maxima sde 315 km/h.

LEIA MAIS: Ferrari rara ficou escondida em apartamento por décadas. Saiba detalhes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.