Tamanho do texto

Disponível apenas na versão topo de linha, picape virá do México. Saiba mais sobre a nova geração do utilitário, que começa a ser vendida neste mês

Disponível em versão única até o ano que vem, Nissan Frontier chega às concessionárias na segunda quinzena de março
Divulgação
Disponível em versão única até o ano que vem, Nissan Frontier chega às concessionárias na segunda quinzena de março

Demorou, mas a nova geração da Nissan Frontier finalmente estará disponível no Brasil até o fim deste mês. A apresentação oficial à imprensa acontece na metade do mês. No entanto, a fabricante se adiantou e já revela quanto a picape irá custar: R$ 166.700. Neste ano, só será vendida na versão topo de linha, importada do México, com as demais versões previstas para apenas para 2018.

LEIA MAIS:  5 coisas que já sabemos sobre a nova geração da Nissan Frontier

A versão LE da Nissan Frontier terá um preço abaixo de seus concorrentes.  A Chevrolet S10, na configuração High Country, custa R$ 175.990 – a GM pode tentar argumentar que é um modelo especial e que a verdadeira S10 topo de linha é a LTZ, por R$ 162.790. A nova geração da Mitsubishi L200 Triton chega a R$ 174.990, a Ford Ranger Limited custa R$ 185.190, e a líder do segmento, a Toyota Hilux SRX, tem preço sugerido de R$ 189.970.

Como as concorrentes são muito bem equipadas, a Frontier tem que contar com um bom pacote de equipamentos para ser capaz de brigar no segmento. Virá com bancos de couro com ajuste elétrico para o motorista e a tecnologia Zero Gravity (desenvolvida em parceria com a NASA), ar-condicionado digital de duas zonas, controle de cruzeiro, chave presencial, central multimídia com tela sensível ao toque, painel de instrumentos com tela de 5 polegadas.

LEIA MAIS: Mercedes testa a nova picape Classe X com disfarces. Veja detalhes

O que complica a vida da Frontier é o quesito segurança. Conta com controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e controle inteligente de descida – algo obrigatório para qualquer picape média. O problema é que terá apenas com os airbags frontais exigidos por lei, enquanto Hilux e Ranger trazem sete bolsas infláveis nas versões mais caras. A caminhonete da Ford ainda conta com sistemas avançados, como piloto automático adaptativo, alerta de ponto cego e permanência de faixa e mais.

Por enquanto, só diesel

Como estamos falando da versão topo de linha, a Frontier virá equipada com sua melhor opção de motor, o 2.3 turbodiesel de 190 cv e 45,8 kgfm de torque. Trabalha em conjunto com o câmbio automático de sete marchas e tem tração integral. As versões flex ficam para 2018, depois que a fábrica argentina em Santa Isabel iniciar a produção da picape, substituindo o modelo vindo do México.

LEIA MAIS:  Renault Alaskan, nova picape média, já aparece no Brasil. Veja as fotos

Uma das novidades da nova Nissan Frontier é que servirá de base para duas outras picapes. A Renault já mostrou sua caminhonete, a Alaskan, que utiliza praticamente tudo da Frontier, desde carroceria até motorização, mudando apenas a frente do veículo para a linguagem visual da marca francesa. A outra será a Mercedes-Benz Classe X, revelada em forma de conceito e que deve ser apresentada em seu modelo de produção no Salão de Frankfurt, em outubro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.