Tamanho do texto

Índice da Ituran indica um aumento de 25% em casos de roubo e furtos na capital paulista. Palio lidera lista, seguido por Gol e Uno. Veja o ranking

O Fiat Palio continua a liderar o ranking de roubos e furtos em São Paulo, de acordo com o ranking da empresa Ituran
Divulgação/Fiat-Chrysler Automóveis
O Fiat Palio continua a liderar o ranking de roubos e furtos em São Paulo, de acordo com o ranking da empresa Ituran

A insegurança continua a crescer para os paulistanos. De acordo com o levantamento da Ituran, empresa especializada em monitoramento de veículos, os furtos e roubos de veículos na região da Grande São Paulo cresceram aproximadamente 25%. O líder (se é que podemos chamar assim) foi o Fiat Palio, o alvo preferido dos bandidos, seguido pelo Volkswagen Gol e pelo Fiat Uno.

LEIA MAIS: Quanto custa o preço do seguro dos carros mais vendidos do Brasil

O indicador da Ituran levou em conta as 9.812 ocorrências atendidas pela empresa ao longo de 2016 na Grande São Paulo – região que concentra a maior parte de seus clientes. Os dez modelos mais roubados, em ordem, foram: Fiat Palio , Volkswagen Gol, Fiat Uno, Volkswagen Fox, Ford Fiesta, Volkswagen Voyage, Fiat Siena, Chevrolet Celta, Chevrolet Corsa e Fiat Strada.

Com uma idade média entre 4 e 7 anos, os carros mais roubados são ano-modelo 2010 a 2013, representando 45,45% das ocorrências. Logo em seguida vieram os automóveis mais atuais, lançados em 2014 e 2017, equivalentes a 22,93% dos casos. Os modelos entre 2009 e 2006 somam 19,73% dos roubos. Os demais automóveis, lançados até 2005, representam 11,89% dos furtos, somados.

LEIA MAIS:  Seguro popular começa a ser oferecido em São Paulo. Veja como funciona

Evite a ZL de noite

A região mais perigosa de São Paulo é a Zona Leste, concentrando 9 dos 10 bairros com maior quantidade de ocorrências: Itaquera, São Mateus, Guaianazes, Itaim Paulista, Tatuapé, Vila Prudente, Penha, Parque São Rafael e Sapopemba, em ordem de periculosidade. A única região de São Paulo da lista em uma zona diferente é o bairro do Ipiranga, na Zona Sul da capital paulista.

O período entre às 21 e 23 horas é o preferido dos bandidos, representando 20,02% dos casos. Em seguida vem o horário das 18 às 20 horas, quando aconteceram 19,7% dos roubos e furtos – é o momento em que as pessoas chegam do trabalho e os ladrões aproveitam os instantes até abrir a garagem. A ida e volta da hora do almoço, entre meio-dia e 14 horas, é o terceiro pior período, com 15,88%.

LEIA MAIS: Veja o valor do seguro dos carros mais em  conta de serem consertados

Avenidas não são sinônimo de segurança, muito pelo contrário. A movimentação é motivo para que sejam os campos de caça favoritos dos bandidos. “Essas avenidas têm características que colaboram para um maior número de eventos, pois são vias extensas, de grande circulação de veículos e de fuga rápida”, explica Yaron Littan, presidente da Ituran Brasil. A Avenida Sapopemba é a mais perigosa, seguida por Jacu Pêssego e Aricanduva – então, tome cuidado se for passar por lá de noite com seu Fiat Palio ou Volkswagen Gol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.