Tamanho do texto

Sem nova geração, modelo tem preços reduzidos para recuperar vendas. Veja a nova tabela da Ford e os planos da marca para o hatchback

Ford New Fiesta fica mais barato para voltar a ser relevante e esquentar o mercado até a chegada da versão reestilizada
Divulgação/Ford
Ford New Fiesta fica mais barato para voltar a ser relevante e esquentar o mercado até a chegada da versão reestilizada

Uma situação comum nos últimos anos é ler notícias de que as fabricantes aumentaram os preços de seus automóveis. Por isso, chama atenção quando uma marca anuncia uma redução. O Ford New Fiesta está mais em conta, com uma queda que fica entre R$ 500 a R$ 3.900, em uma tentativa de retomar a popularidade do compacto, que perdeu espaço para o Ka – a versão sedã do Fiesta não é mais vendida desde o início do ano.

LEIA MAIS:  Fiesta nacional terá apenas o desenho da nova geração vendida na Europa

A redução nos preços do Ford New Fiesta varia de acordo com a versão. O modelo que teve o maior reajuste foi o 1.6 SEL, com câmbio automatizado PowerShift, passando de R$ 67.090 para R$ 63.190, uma queda de R$ 3.900. Essa é a configuração intermediária do hatchback. O modelo 1.6 Titanium PowerShift teve uma redução de R$ 1.200, indo de R$ 70.190 para R$ 68.990. Comprar o Fiesta com o ótimo motor 1.0 EcoBoost ainda é difícil. Isso porque seu preço foi de R$ 74.490 para R$ 73.900, uma redução de somente R$ 500.

Não ficaram apenas nas versões automatizadas. O Fiesta 1.6 SEL com câmbio manual era vendida por R$ 60.790 e agora será comercializada por R$ 58.590 – R$ 2.200 a menos, o maior desconto entre as configurações manuais. O 1.6 SEL Style foi de R$ 61.290 para R$ 59.790, uma diferença de R$ 1.500. Não mexeram nos valores do modelo de entrada SE e SE Style, e nem no Titanium e Titanium Plus.

LEIA MAIS: Novo Ford Fiesta é revelado na Europa e terá versão com apelo aventureiro

Tapa no visual

Ford New Fiesta nacional terá apenas o desenho baseado na nova geração atualmente disponível na Europa
Divulgação/Ford
Ford New Fiesta nacional terá apenas o desenho baseado na nova geração atualmente disponível na Europa

Vender mais unidades do Ford New Fiesta atual é importante para a marca. Precisam desovar o estoque e criar um pouco mais de expectativa, já que irão reestilizar a geração atual, ao invés de trazer o novo Fiesta apresentado na Europa. Com a situação ainda ruim do mercado, a Ford não tem como investir em um novo projeto, que iria demandar gastos para adequar a fábrica.

LEIA MAIS: Ford Fiesta 1.0 EcoBoost é tão bom o quanto custa. Confira a avaliação

Além disso, por ser mais sofisticado, o preço do Ford New Fiesta ficaria muito caro.  A solução encontrada pela Ford foi renovar a versão que já é vendida no Brasil, recebendo um design parecido com o europeu. Devem aproveitar para resolver uma das maiores críticas do hatch, instalando uma central multimídia de verdade, com tela sensível ao toque e sistema Sync 3.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.