Tamanho do texto

Marca desmente boatos de saída do País e confirma JAC T40 para julho. Saiba mais sobre o futuro JAC T40 e o futuro da fabricante

Concorrente dos hatches aventureiros e SUVs compactos, o JAC T40 será vendido por cerca de R$ 60 mil
Divulgação/JAC Motors
Concorrente dos hatches aventureiros e SUVs compactos, o JAC T40 será vendido por cerca de R$ 60 mil

A JAC Motors viu que o caminho para retomar seu sucesso no Brasil está nos SUVs, principalmente nos mais acessíveis. O T5 ajudou a fabricante retomar a liderança entre as chinesas no País, mas ainda está abaixo do que vendia antes do aumento no IPI. Irão apostar em outro crossover, o JAC T40, que teve sua estreia confirmada para o dia 3 de julho – anúncio importante, já que uma imagem circula pela internet dando a entender que iriam encerrar suas operações por aqui.

LEIA MAIS: JAC T5 CVT: SUV chinês fica mais cômodo, mas para quem não tem pressa

Com preço estimado na casa dos R$ 60 mil, o JAC T40 ficará abaixo do T5, tentando roubar os clientes tanto dos hatches aventureiros quanto dos SUVs compactos mais baratos, como Ford EcoSport e Renault Duster – e, principalmente, dos chineses Lifan X60 e do futuro Chery Tiggo 2. Com os outros SUVs começando acima dos R$ 70 mil, pode servir de alternativa para quem faz questão de ter um, mas não pode (ou não está disposto) a pagar muito mais.

Seu conjunto mecânico será o mesmo do T5, equipado com o motor 1.5 16V VVT JetFlex, de 127 cv, com etanol, combinado ao câmbio manual de seis marchas (opção automática, só no T5, que segue com a transmissão CVT). No T5, mostrou ser um motor um pouco fraco para mover os 1.120 kg do carro. Fica a dúvida se terá um desempenho melhor no T40, que pesa 1.115 kg (apenas 5 kg a menos).

O novo crossover tem 4,13 metros de comprimento, 1,75 m de largura, 1,55 m de altura e 2,49 m de entre-eixos. Seu porta-malas tem capacidade para 450 litros. Pelas medidas, está muito mais próximo dos hatches aventureiros, como Volkswagen CrossFox e Renault Sandero Stepway.

LEIA MAIS: JAC confirma que terá novo SUV na faixa dos R$ 60 mil, o modelo T40

Virá com ar-condicionado, controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle de cruzeiro, luzes diurnas de LED, rodas de liga leve de 16 polegadas, sensor de estacionamento e central multimídia, composta por tela de 8 polegadas, conexão Bluetooth e entrada USB. A fabricante ainda promete que o T40 “trará uma novidade completamente inédita no mercado brasileiro”.

Confusão legal

Há uma imagem rodando a internet, da situação cadastral da JAC Motors na Receita Federal. O que preocupa é que mostra que o cadastro de pessoa jurídica da empresa teria sido fechado, levando as pessoas a acreditarem que este é o fim da JAC no Brasil. E há muitos motivos para isso, pela situação complicada da marca no mercado, sua retirada do programa Inovar-Auto e a fábrica que nunca ficou pronta.

Procurado pela reportagem de iG Carros, o Grupo SHC, do empresário Sergio Habib, confirmou que a imagem é real e explicou o caso: “O Grupo SHC esclarece que a empresa que teve o cancelamento do CNPJ (requerido por nós) foi a JAC Motors do Brasil Automóveis AS, joit-venture constituída entre o Grupo SHC e a JAC Motors na China, para construção da fábrica no Estado da Bahia”, diz o comunicado oficial.

LEIA MAIS:  Você ainda vai ter um carro chinês e talvez nem perceba. Saiba a razão

Ou seja, a intenção era criar uma nova empresa, com ações divididas entre Sergio Habib e a matriz da JAC, e que iria entrar em operação quando a fábrica estivesse pronta. Como os chineses pularam fora do negócio, a joint-venture não fazia mais sentido e o Grupo SHC entrou com um pedido para cancelar o CNPJ. A data de abertura da empresa, criada no dia 30/07/2014, confirma a explicação da representante oficial.

A chegada do T40 irá reforçar o comprometimento da JAC no Brasil. O Grupo SHC promete abrir mais nove concessionárias pelo País, e mais 15 para 2018 – atualmente, todas as lojas são da empresa. A fábrica segue nos planos, com um investimento de R$ 200 milhões para produzir 20 mil unidades por ano, embora não tenha data de estreia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.