Tamanho do texto

Rival do Honda City, modelo é versão sedã do Polo. Além dele, a marca mostrará o novo Polo em junho e a próxima geração do Jetta em novembro

O Volkswagen Virtus surge em novembro no cronograma oficial da marca para o ano. O novo Polo será revelado em junho
Reprodução/Volkswagen
O Volkswagen Virtus surge em novembro no cronograma oficial da marca para o ano. O novo Polo será revelado em junho

O Volkswagen Virtus havia sido confirmado para este ano durante um evento especial em março, só que os planos mudaram. Versão sedã da nova geração do Polo, o modelo começará a ser fabricado no Brasil em novembro, conforme anúncio no encontro anual da fabricante em Wolfsburg (Alemanha). Com isso, o lançamento deve ficar apenas para o início de 2018, devido ao tempo necessário para criar um bom estoque.

LEIA MAIS:  Volkswagen Virtus revela imagem de novo sedã compacto que virá ao Brasil

Fabricado sobre a plataforma MQB-A0, tanto o Volkswagen Virtus quanto o Polo serão produzidos no Brasil. O hatch será o primeiro da lista, com produção programada para junho e apresentação no segundo semestre (provavelmente depois de setembro, para ficar alinhado à revelação mundial durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha). O sedã fica para alguns meses depois, vindo para brigar com Chevrolet Cobalt e Honda City.

VW Virtus foi mostrado na tela de apresentação das novidades da marca durante o Salão de Genebra (Suíça), em março
Divulgação
VW Virtus foi mostrado na tela de apresentação das novidades da marca durante o Salão de Genebra (Suíça), em março

Há poucos detalhes técnicos sobre o Virtus. David Powels, presidente da Volkswagen do Brasil, disse que tem quase o mesmo tamanho que o Jetta atual – a nova geração do sedã médio será produzida em dezembro e deve ficar maior. Se seguir a motorização do Polo, deve ser oferecido com o motor 1.6 MSI na versão de entrada, o 1.0 TSI, de 125 cv, como opção intermediária e o 1.4 TSI, de 150 cv, no topo de linha.

LEIA MAIS: Volkswagen Gol GTI chega no fim de 2017 com motor 1.0, turbo, de 125 cv

O grande problema para a Volkswagen é conseguir deixar o Virtus na mesma faixa de preço que seus rivais, com um preço inicial na faixa dos R$ 60 mil. O Cobalt vai de R$ 62.990 a R$ 69.990, enquanto o City parte de R$ 60.900 e pode chegar a R$ 81.400. O novo sedã pode até chegar na casa dos R$ 80 mil, já que o Jetta começa em R$ 80.741 em sua versão mais simples – canibalização não é problema, pois o sedã médio tem um baixo volume de vendas, principalmente nos modelos mais em conta.

Polo no 2º semestre

Com o Volkswagen Virtus para 2018, o grande lançamento do 2º semestre no Brasil será a nova geração do Polo, que volta ao País devidamente alinhado com o resto do mundo. Até 2014, tínhamos a quarta versão do hatch, enquanto a Europa já estava na quinta. Haverá diferenças na oferta de equipamentos e motorização, como a ausência do novo 1.5 TSI, enquanto a versão nacional terá o 1.4 TSI feito em São Carlos (SP). Outra possibilidade para o Velho Continente que não deve ser usada por aqui é o motor 1.0 aspirado como opção de entrada.

LEIA MAIS: Volkswagen mostra Kombi do futuro, que dispensa motorista. Veja fotos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.